Ajuste da tabela de frete prometida pela ANTT após anúncio de reajuste do diesel deve travar ainda mais o mercado de grãos

Publicado em 04/09/2018 17:19
1252 exibições
Indústrias de processamento de soja reclamam da falta de transparência na confecção da tabela de fretes e questionam forma como novo reajuste do diesel será incluído numa provável nova referência
Daniel Furlan Amaral - Gerente de Economia ABIOVE

Podcast

Entrevista com Daniel Furlan Amaral - Gerente de Economia ABIOVE sobre o Reajustes dos fretes

Download

 

LOGO nalogo

Daniel Furlan Amaral, gerente de economia da Abiove, conversou com o Notícias Agrícolas nesta terça-feira (04) a respeito do reajuste de 13% no diesel anunciado pela Petrobrás.

Todo ajuste acima de 10% traria um aumento ou uma revisão da tabela dos fretes, assunto que vem se arrastando e que ainda não possui uma conclusão clara.

Para Amaral, esse assunto é bastante preocupante, de forma que a Abiove tem dedicado boa parte de sua energia e esforços para expor o prejuízo que esse tabelamento tem trazido para o Brasil. O objetivo é levar dados, informações e apresentar o ponto de vista a respeito do assunto.

O gerente aponta que o tabelamento é nocivo à economia brasileira. Neste momento, a situação segue em análise sob a responsabilidade de Luiz Fux no Supremo Tribunal Federal (STF), de forma que aguarda-se uma decisão. A tabela em vigor gera muitas dúvidas, já que não há um consenso sobre o que realmente está valendo neste momento.

Como ele visualiza, a safra de soja e milho no Brasil são cadeias produtivas "modernas e profissionais" que precisam de segurança jurídica e estabilidade para guiar seus trabalhos.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário