Grupo que trabalha dia a dia no cultivo de suas lavouras teve alta produtividade de café em 2019

Publicado em 10/02/2020 14:50
1051 exibições
A produção de café do Grupo de Fazendas Reunidas Bela Vista ultrapassou a marca de 30 mil sacas em 2019 com a ajuda de tecnologias voltadas para agricultura
Marcas e Máquinas

Com 40 anos de muita dedicação ao cultivo do café, o produtor rural Paulo Crabi, hoje se orgulha de ter sob a sua administração, no município de Elói Mendes, no sul de Minas Gerais, uma das fazendas mais produtivas da cafeicultura nacional. 

Seu Paulo, criado na agricultura, transformou uma pequena gleba de café de apenas um hectare de lavoura herdado do pai em uma indústria a céu aberto. E hoje opera no seu Grupo de Fazendas Reunidas Bela Vista 1260 hectares, 27 propriedade rurais com aproximadamente 2 milhões e meio de pés de café, cultivados em 600 hectares de área, com 100% das lavouras  irrigadas por gotejamento enterrado, com sistema israelense de monitoramento por satélite. 

Investimento em tecnologia de ponta que está proporcionando para o Grupo Fazendas Reunidas Bela Vista, uma produtividade média anual de 60 sacas de café por hectare, colhidos 90% com máquinas e que há 20 anos tem o apoio nas para suas operações de manejo de uma frota de tratores da Valtra. 

Atualmente com as lavouras 100% irrigadas, o Grupo Fazendas Reunidas Bela Vista realiza com seus tratores Valtra cerca de 14 operações durante o período de cultivo e mesmo ainda no período de maturação do grão, tem trabalho para as máquinas todos os dias. 

O Grupo tem hoje toda a sua produção de café certificada internacionalmente e está atuando também na pecuária de elite e na criação de cavalos mangalarga paulista e já com planos de atuação no mercado varejista, aposta sempre em mais tecnologias para o cultivo, principalmente em máquinas agrícolas, com a força dos tratores Valtra.

Para ver mais vídeos do Marcas e Máquinas Agro, acesse o canal do YouTube

Fonte:
Marcas e Máquinas

0 comentário