Sistema rígido de limpeza e higiene garantem continuidade dos manejos em São Pedro das Missões/RS

Publicado em 23/03/2020 15:41 e atualizado em 24/03/2020 10:38 1140 exibições
Gustavo Heller - Engenheiro Agrônomo e Produtor Rural em São Pedro das Missões/RS
Entrevista com Gustavo Heller - Engenheiro Agrônomo e Produtor Rural em São Pedro das Missões/RS sobre o Marcas e Máquinas

Podcast

Entrevista com Gustavo Heller - Engenheiro Agrônomo e Produtor Rural em São Pedro das Missões/RS sobre o Marcas e Máquinas

Download

Em meio a maior crise de Pandemia causada por um vírus, a sociedade vai tentando a seu modo encontrar maneiras de sobreviver diante das exigências de prevenção à saúde. Nas cidades o isolamento social é prática estabelecida pelos Órgãos de Saúde e Governantes para mitigar o excesso de contigente aos hospitais e de óbitos em decorrência da grande condição de proliferação do vírus Covid 19.
Mas e no interior, o que está se fazendo para diminuir o impacto da transmissão do novo coronavírus entre as pessoas que trabalham no campo? 
Hoje o Marca e Máquinas conversou com o produtor rural Gustavo Heller, de São Pedro das Missões, próximo ao município de Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul. Produtor de grãos com a sua mãe, Gustavo cultiva soja, milho e grãos finos no inverno em 350 hectares de área e utiliza na sua propriedade uma frota de 2 colheitadeiras, tratores, transbordos e caminhões para levar a produção até os armazéns. 
Máquinas que nesta época do ano estão a pleno vapor, colhendo as últimas parcelas da sua lavoura de soja, que nesta safra 2019 2020 sofreu bastante com a estiagem que atingiu quase todo o Rio Grande do Sul.
E para não parar as máquinas, desde que o Covid 19 chegou ao Brasil, Gustavo Heller implantou na sua propriedade um sistema bastante rígido de limpeza e higienização das máquinas e estabeleceu que somente o operador daquela máquina possa operar aquele equipamento e fazer uso da cabine, chegando até a criar um método que impossibilitaria inclusive que a escada das máquinas seja abaixada para acesso à cabine de terceiros durante a operação de campo.
Tomamos algumas providências básicas de higiene e limpeza, mas sabemos que vivemos num ambiente muito,propício a doenças respiratórias por causa da poeira e do tempo seco, então qualquer cuidado agora é pouco, diz Gustavo Heller.
Mas agora com a colheita já no fim o que está deixando os agricultores do Sul do País mais preocupados é com a próxima safra, já que os insumos tb chegam por navio e dependem dos trabalhadores dos portos e caminhoneiros pra fazer frente a logística e chegar até a sua cooperativa e a sua propriedade. 
Dúvidas que são apenas mais uma ingrediente, já na dura vida dos agricultores, esses tb heróis, que hoje estão na linha de frente da nossa economia.
_O Agro não pode parar diz Gustavo Heller.
 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário