Crise que nada..., a Komatsu está aumentando suas vendas em 45%, e vê o ano com otimismo

Publicado em 31/03/2020 14:49 e atualizado em 02/04/2020 14:08 2952 exibições
Luciano do Amaral Rocha - Vice-Presidente Executivo da Divisão de Construção da Komatsu
Entrevista com Luciano do Amaral Rocha - Vice-Presidente da Divisão de Construção da Komatsu

 

 

Podcast

Marcas e Máquinas - Entrevista com Luciano do Amaral Rocha - Vice-Presidente Executivo da Divisão de Construção da Komatsu

Download

 

 

Em plena pandemia de coranavirus, a Komatsu - fabricante de máquinas para construção - está encerrando seu ano fiscal  (março), com forte elevação nas vendas em comparação com 2019. Os dois primeiros meses do ano praticamente pegou de surpresa a programação da fábrica, ao ver aumento de 40 a 45 por cento nas vendas de máquinas. E como o setor de construção continua atuante, Luciano Amaral. vice-presidente da empresa, acredita que a Komatsu terá número positivos até o final do ano.

--"Todos os segmentos que atendemos com nossos equipamentos (mineração, florestal, construção e agricultura) continuam operando em ritmo forte, então estamos confiantes que, mesmo com o impacto do Covid 19 na economia brasileira, o setor de máquinas de construção manterá o cenário de elevação nas vendas que já vínhamos encontrando em 2018 e 2019", diz Luciano.

Mas, claro, há problemas à vista. Associada da Anfavea, a Komatsu será uma das 64 fábricas do setor automotivo que paralisará sua produção em decorrência do Coronavírus. Mas para que a interrupção não altere os planos de produção, o planejamento da Komatsu antecipará as férias coletivas para as semanas entre os dias 6 a 21 de abril que já estavam programadas para final de julho e início de agosto.

Diz Luciano Amaral que, realizando a antecipação, o cronograma de produção será mantido. "Para os clientes, manteremos uma canal constantemente aberto para dirimir dúvidas sobre manutenção das máquinas. E tão logo voltemos a operar, seguiremos os melhores padrões de segurança e saúde que nossos líderes de fábrica do Japão nos exigem para manter nossas unidades em perfeitas condições de trabalho", finaliza Luciano Amaral.

Comunicado Komatsu à imprensa

Em consonância com todas as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e Ministério da Saúde, a Komatsu comunica que estará adotando novas medidas de prevenção além daquelas que já haviam sido implementadas no decorrer de março.

De 6 a 21 de abril, as fábricas localizadas em Suzano (SP) e Arujá (SP) terão suas atividades de produção suspensas, com a antecipação de férias coletivas, normalmente cedidas entre final de julho e início de agosto, aos seus funcionários.

As áreas de logística, distribuição de peças e comércio exterior, entre outras, permanecerão com suas atividades em operação em esquema de plantão. Os colaboradores da sede da empresa em São Paulo - SP (construção) – incluindo o Banco Komatsu -, Lagoa Santa e Belo Horizonte – MG (mineração) e Curitiba – PR (florestal) permanecerão trabalhando normalmente, em regime remoto de home office.

Com isso, a Komatsu tem como objetivo contribuir na contenção da curva de contaminação pelo novo Coronavírus (COVID-19) e proteger a saúde de seus colaboradores, suas famílias, seus fornecedores e distribuidores.

No decorrer de março, a empresa já havia adotado medidas de proteção individual e coletiva indicadas pelos órgãos de saúde mundiais e do Brasil, como: orientar todos os seus colaboradores a fazerem a higienização constante de suas mãos, distribuir e fornecer álcool em gel em diferentes pontos das fábricas, redistribuir as mesas de refeitórios de forma que os colaboradores mantivessem uma distância segura entre si.

Da mesma forma, vem conscientizando a todos sobre a importância de cuidados como evitar o contato físico nas interações e sempre proteger o rosto com o antebraço ou cotovelo ao tossir ou espirrar.

Adicionalmente, adotou medidas de proteção aos grupos considerados como de maior vulnerabilidade, composto por gestantes, pessoas com mais de 60 anos, com doenças autoimunes e imunodeprimidos.

A Komatsu seguirá comprometida com seus todos os seus colaboradores, distribuidores, clientes e autoridades competentes neste momento desafiador não só para o Brasil como todo o mundo.

Sobre a Komatsu no Brasil

Estabelecida no Brasil desde 1975, a Komatsu tem como missão produzir e entregar para seus clientes produtos e soluções Dantotsu – que em japonês representa os conceitos de único e inigualável. Com mais de 3.500 funcionários no País, fábricas em Suzano (SP) e Arujá (SP) e unidades em São Paulo (SP), Lagoa Santa (MG), Belo Horizonte (MG), Parauapebas (PA) e Pinhais (PR), a companhia no Brasil atua fortemente nos segmentos de Construção, Mineração e Florestal, com distribuidores e serviços que cobrem todo o País, atendendo os mercados rodoviários, ferroviários, aeroportuários, hidroelétricos, petroquímicos, florestais e de agronegócio, além de estar presente em grandes obras de infraestrutura e mineração no Brasil.

Com um parque fabril completo – com fundição própria e processos de usinagem, caldeiraria, montagem, inspeção final e expedição –, a fábrica brasileira, localizada em Suzano (SP) e inaugurada em 1975, foi a primeira fora do Japão como parte da estratégia de expansão global da companhia. Atualmente, por meio de uma rede sólida de distribuidores com presença em todo o território nacional, a Komatsu é focada em atender os clientes entregando alto padrão de excelência e dispõe de oficinas equipadas, centros de distribuição de peças de reposição, assistência técnica dedicada e corpo de vendas atento em suprir as necessidades dos clientes e tornar o negócio de quem utiliza seus equipamentos o mais rentável e confiável possível.

Mais informações no site http://www.komatsu.com.br

 

Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário