Grandes máquinas da Fendt ganham espaço no centro-oeste brasileiro; "agora, rumo ao sul", diz Galli

Publicado em 14/05/2020 14:37 e atualizado em 15/05/2020 09:57 2914 exibições
José Henrique Galli - Diretor Fendt América do Sul
José Henrique Galli - Diretor Fendt América do Sul, faz uma análise de mercado e aponta as expectativas e novidades da marca

 

 

Podcast

Entrevista com José Henrique Galli - Diretor Fendt América do Sul sobre Marcas e Máquinas Agro

Download

 

 

A menos de um ano da sua chegada ao Brasil, a Fendt, marca alemã de máquinas agrícolas, comemora números positivos de vendas dos seus produtos no país e apresenta já para este segundo semestre de 2020 uma nova série de tratores e a expansão da sua rede de concessionários para o centro-oeste e nordeste brasileiro.

Nesta quinta feira, José Henrique Galli, diretor para a América do Sul, destacou que a presença da Fendt no país neste momento, reforça a inovação tecnológica aplicada no manejo das grandes  lavouras do cerrado com seus tratores, colheitadeiras e plantadeiras da marca.

--"Quando inauguramos nossa sede em Sorriso (MT) em maio passado, tínhamos inicialmente objetivos claros, que era apresentar aos produtores do cerrado brasileiro o nosso carro-chefe; por isso trouxemos nosso maior trator, o 1050 (de 517 cvs) e a nossa colheitadeira Ideal e a plantadeira Momentum. Depois, ouvindo nossos clientes, estamos agora aumentando nosso portfólio com o lançamento da nova série de tratores 900 com máquinas de  385 e 415 cvs. E também expandimos nossas revendas chegando agora ao Mato Grosso do Sul e Goiás, além de mais 3 revendas em MT e uma loja em Balsas, no Maranhão, disse o diretor da empesa.

-- " Mesmo com essa adversidade da Pandemia, não alteramos uma vírgula do nosso planejamento;  estamos preparados, aqui em nossa loja de Sorriso ou pelas nossas plataformas digitais, para atender aos produtores rurais com as nossas  tecnologias". É o uso de tecnologias que apruma o rumo da empresa no Brasil."Para um futuro breve as máquinas estarão cada vez mais conectadas e a Fendt trabalha fortemente em pesquisa, inclusive com tratores que podem ser operados com motores elétricos ou até de forma autônoma, com robôs para atender agricultores de pequenas atende produção". 

A Fendt, segundo Galli, trabalha agora já em 2021 para expandir  sua rede de concessionários para as regiões Sul e Sudeste, oferecendo para os agricultores de pequenas e médias áreas de produção máquinas de menor porte com as mesmas tecnologias utilizadas pelos prdutore europeus. "A marca Fendt comemora, agora em 2020, 90 anos de sua presença no mundo e sempre estivemos na vanguarda da inovação, ao mesmo tempo a agricultura brasileira é um grande celeiro, por isso estamos muito satisfeitos com a decisão de fazer parte desse importante agronegócio global", completou José Henrique Gallil.

Fonte:
Marcas e Máquinas

1 comentário

  • Matteus Sanches Santa Cruz do Rio Pardo - SP

    Excelente poder contar com uma marca igual a FENDT para atender pequenos e médios. Faltava um concorrente à altura para a John Deere nesse quesito. Só fico imaginando quanto custará um trator desses importado?!?

    1
    • Cassiano aozane Vila nova do sul - RS

      Buenas, além disso será sem os assessórios que lá fora são standard de fábrica, como o engate três pontos na dianteira.

      0