Especialista em segurança do agronegócio fala sobre ações para coibir crimes à propriedade rural.

Publicado em 09/06/2020 15:22 e atualizado em 24/06/2020 12:16 1353 exibições
Carlos Zumerle - Especialista em Segurança do Agronegócio
Entrevista com Carlos Zumerle - Especialista em Segurança do Agronegócio

Podcast

Especialista em segurança do agronegócio fala sobre ações para coibir crimes à propriedade rural.

Download

Não há atualmente, segundo os especialistas em segurança patrimonial,  estatísticas exatas sobre os números de propriedades rurais invadidas para roubos ou furtos de insumos ou máquinas agrícolas no Brasil.

Nesta terça-feira (09/06), Carlos Zumerle Diretor da Agro Zeta Consultoria Empresarial, em entrevista ao repórter Frederico Olivi do Marcas e Máquinas trouxe informações sobre a violência que ronda os produtores rurais atualmente, com invasões frequentes de suas fazendas e apresentou algumas dicas de como os agricultores podem se proteger dessa situação.

"Além da perda do insumo ou da máquina, com o roubo existe também a perda de parte da produção, com o prejuízo no manejo durante o período de safra e não temos então um número exato de quanto a agronegócio brasileiro tem de prejuízo anual com esses crimes, mas sabemos que é muito grande", diz Carlos Zumerle.

Especialista em segurança empresarial, atuando recentemente com consultoria para produtores rurais, Zumerle aponta algumas dicas para os agricultores se prevenirem em relação aos furtos e roubos de suas propriedades rurais.

"Nossa proposta é integrar as tecnologias, trabalhar com a comunidade e propor para nossos clientes uma participação ativa de todos os seus colaboradores, com treinamento constante, assim podemos ativar um processo mais objetivo também junto aos órgãos de Proteção do Estado. Não basta colocar apenas câmeras. Existem protocolos mais eficientes, como as cercas eletrônicas. Temos visto em alguns Estados ações importantes em relação ao combate à criminalidade no campo, mas a participação dos agricultores tem que ser mais pró ativa e preventiva. É isso que estamos propondo".

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário