Na região de Boa Esperança do Sul (SP), produtores finalizam o plantio do milho com perspectiva de boa produção

Publicado em 22/11/2016 10:47 e atualizado em 22/11/2016 13:55
273 exibições
Rendimento médio pode superar as 380 sacas do grão por alqueire nesta temporada. Custos de produção estão entre 20% a 30% mais altos nesta safra em relação ao ciclo anterior. Perspectiva é de venda da saca do cereal a R$ 35,00. Produtora deixou a cultura de laranja para investir na produção de grãos.
Confira a entrevista com Anna Paula Nunes - Produtora Rural de Boa Esperança do Sul - SP

Podcast

Na região de Boa Esperança do Sul (SP), produtores finalizam o plantio do milho com perspectiva de boa produção

Download

 

As chuvas retornaram à região de Boa Esperança do Sul (SP) e os produtores caminham para a finalização do plantio do milho da safra de verão. Em uma localidade, tradicional em produção de laranja e cana-de-açúcar, os agricultores têm, aos poucos, migrado para o cultivo de grãos, especialmente o milho.

Segundo a produtora rural, Anna Paula Nunes, as áreas são menores, o que favorece o investimento na cultura. “Além disso, temos fábricas de rações nas imediações, o que facilita a comercialização do produto. E ainda não há estrutura de armazenagem na região, com isso, gastamos menos, inclusive com o frete”, completa.

Para essa temporada, a perspectiva é de uma boa produção de milho. “Temos uma produtividade média próxima de 380 sacas do grão por alqueire, mas nessa safra esperamos alcançar até 400 sacas por alqueire, caso o clima seja favorável”, afirma a produtora rural.

Assim como em outras regiões, os produtores também desembolsaram mais para o planejamento dessa safra. Os custos de produção estão entre 20% a 30% mais altos em relação ao ano anterior. No caso dos preços, a perspectiva é que a saca seja negociada a R$ 35,00 na safra. “Está mais baixo do que em 2015, mas ainda é um bom valor aos produtores”, avalia Anna Paula. 

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário