Com clima favorável, lavouras de milho safrinha apresentam boas condições em Londrina (PR)

Publicado em 05/04/2018 12:30 e atualizado em 05/04/2018 17:17
452 exibições
Perspectiva é de boa produtividade nesta temporada, porém, produtores seguem atentos à possibilidade de geadas a partir do final de abril. Preços subiram e saca é cotada a R$ 30,50 na região. Na soja, colheita já foi finalizada e rendimento médio gira em torno de 130 a 140 sacas por alqueire. Saca é negociada a R$ 72,00, valor que deixa margem aos agricultores.
Confira a entrevista com Narciso Pissinati - Presidente do Sindicato Rural de Londrina/PR

Podcast

Com clima favorável, lavouras de milho safrinha apresentam boas condições em Londrina (PR)

Download

LOGO nalogo

Na região de Londrina/PR, os produtores rurais estão satisfeitos com as condições das lavouras de milho safrinha devido ao clima que está contribuindo para o desenvolvimento inicial. No entanto, os agricultores não fizeram grandes investimentos nesta temporada.

De acordo com presidente do Sindicato Rural do município, Narciso Pissinati,  os produtores conseguiram fazer o cultivo dentro da janela ideal de plantio, apesar dos atrasos na semeadura da soja de verão. “Nos meses de setembro e outubro foram muito secos e tivemos que adiar para a segunda quinzena de dezembro”, afirma.

Em relação à produtividade, a liderança acredita que os rendimentos das lavouras vão ficar acima da média de produtividade. Na qual, os efeitos do La Niña não comprometeram as lavouras de milho e os produtores não tiveram incidência de doenças de fim de ciclo.

Para esta temporada, os produtores rurais não fizeram grandes investimentos na safrinha em função dos altos custos de produção e os atrasos no início da safra. “Aqui, a produtividade chega a ser 220 a 250 sacas do grão por alqueire e os preços também estão correspondendo”, ressalta.

Comercialização

Na localidade, os preços para o milho subiram e gira em torno de R$ 30,50 a saca. Os valores nestes patamares deixam boas margens aos produtores. “É preciso ficar atento ao mercado, pois as cotações estão oscilando muito e no momento de comercializar fazer bons negócios”, destaca.

Soja

Com o fim da colheita da soja, a perspectiva é o rendimento das lavouras fiquem por volta de 130 a 140 sacas das oleaginosas por alqueire. “Os preços estão correspondendo e estimulando os agricultores a realizar novos negócios, já que na nossa região a soja está cotada a R$ 72,00 a saca”, finaliza.  

Por: Fernanda Custódio e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário