Milho: Com 15% da área colhida, produtores estimam perdas de 45% na produtividade em Caarapó (MS)

Publicado em 31/07/2018 11:34 e atualizado em 31/07/2018 15:20
1981 exibições
Perda é estimada em relação ao volume colhido no ano anterior, de 90 scs/ha. Lavouras de milho também sofreram com a falta de chuvas. Preços estão próximos de R$ 28,00 a saca e grão atende a demanda local. Com impasse em relação aos fretes, negócios para os portos seguem lentos. Atraso na entrega dos fertilizantes preocupam produtores.
Antônio Humberto Maran - Presidente do Sindicato Rural de Caarapó/MS

Podcast

Entrevista com Antônio Humberto Maran sobre o Acompanhamento de Safra do Milho Safrinha

Download

LOGO nalogo

Na região de Caarapó (MS), a colheita do milho já está completa em 15% da área cultivada nesta temporada. E o avanço no campo tem confirmado o rendimento menor nesta safra, já que as lavouras do cereal sofreram com a ausência de chuvas. A perspectiva é de uma quebra de 45% na produtividade das plantações em relação a média do ano anterior, de 90 sacas do grão por hectare.

"Vamos colher algo próximo de 50 sacas de milho por hectare. E mesmo com essa quebra, os produtores ainda podem equilibrar as contas com o ano anterior, uma vez que a saca é negociada atualmente a R$ 28,00. No passado, a produtividade foi maior, porém, os preços estavam entre R$ 15,00 a R$ 16,00", explica Antônio Humberto Maran, presidente do Sindicato Rural do município.

A liderança ainda destaca que o milho atende a demanda local e poucos negócios para os portos são registrados. Na região, também há soja da safra de verão que precisa ser comercializada. "Alguns produtores já negociaram, mas agora esperam melhores oportunidades de negócios", completa Maran.

Paralelamente, o atraso na entrega dos fertilizantes também preocupam os produtores da região. Cenário que também pode afetar a produtividade das lavouras de soja da temporada 2018/19.

 

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário