Cláudia/MT registra boa produtividade na soja e alta expectativa para o milho; preocupação está no mercado

Publicado em 14/03/2019 11:39 e atualizado em 15/03/2019 20:57
605 exibições
Safra de soja tem 60 sacas por hectare de média, contra 50 do ano passado. Clima está ajudando e produtores esperam boa safrinha de milho, apesar dos preços de venda não estarem atrativos para as duas culturas.
Sérgio Ferreira - Presidente do Sindicato Rural de Cláudia/MT

Podcast

Entrevista com Sérgio Ferreira - Presidente do Sindicato Rural de Cláudia/MT sobre o Acompanhamento de Safra do Milho Safrinha

Download

LOGO nalogo

A chuva dos últimos dias atrasou os trabalhos de colheita da soja e plantio do milho safrinha em Cláudia no Mato Grosso. Atualmente restam entre 5 e 10% da área de soja para ser colhida e a semeadura do milho já foi concluída, ainda dentro da melhor janela para a região.

A expectativa para a segunda safra, que deve ser colhida entre o final de julho e agosto, é boa e as produtividades alcançadas na soja estão na casa das 60 sacas por hectare contra 50 registradas na safra passada, que sofreu com muita chuva na época da colheita.

Com as duas safras indo bem em campo, as preocupações dos produtores ficam voltadas para as movimentações do mercado, uma vez que os preços não conseguem remunerar os produtores nem na soja e nem no milho.

As negociações do milho estão um pouco abaixo do que o produtor espera devido aos custos altos. O preço está em torno de 15/16 reais, mas nesse preço você mal consegue cobrir os custos da lavoura. Hoje o ideal seria um preço, não para se ganhar dinheiro, mas para se manter no ramo, de R$ 20,00 por saca. Na soja o preço também não está sendo atrativo, o preço de ontem estava em 60 reais bruto, mas desconta Fethab, fundo rural e imposto estadual, fica R$ 57,80 que não é um preço, pois os custos já ficam quase de R$ 60,00 a saca, conta Sérgio Ferreira, presidente do Sindicato Rural de Cláudia/MT.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário