Sindicato Rural de Ipiranga do Norte/MT confirma milho depositado à céu aberto por avarias, mas descarta falta de espaço

Publicado em 11/06/2019 10:57 e atualizado em 11/06/2019 13:17
2210 exibições
Opção é para não misturar grãos de boa qualidade com os avariados e não tem relação com falta de espaço para armazenagem
Valcir Batista Gheno - Presidente do Sindicato Rural de Ipiranga do Norte/MT

Podcast

Entrevista com Valcir Batista Gheno sobre o Acompanhamento de Safra do Milho

Download

LOGO nalogo

Ipiranga do Norte no Mato Grosso já colheu cerca de 20% da área destinada ao milho safrinha. Até o momento, os trabalhos, que devem se estender até o final de junho, estão mantendo a produtividade média entre 100 e 110 sacas por hectare, patamar dentro das expectativas para a região.

Segundo Valcir Batista Gheno, presidente do Sindicato Rural de Ipiranga do Norte/MT, as boas chuvas que caíram no município durante o ciclo do milho ajudaram no enchimento dos grãos. Porém, o excesso de umidade ocasionou avaria de grãos em algumas áreas.

Agora, os produtores se preocupam com a quantidades dos grãos ardidos no momento de fecharem suas vendas e cumprirem os contratos já acertados. De acordo com Gheno, os armazéns da região estão desembarcando as cargas avariadas nos pátios, para não prejudicarem o milho com qualidade que está armazenado.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente do Sindicato Rural de Ipiranga do Norte/MT no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Se for Diplodia está sempre associado à Aflotoxina. E daí.....nem pra adubo serve ,só incineração

    0