Milho em Cândido Mota/SP começa a sofrer com estiagem e precisa de novas chuvas para recuperar produtividade

Publicado em 28/04/2020 10:43 e atualizado em 29/04/2020 13:31 1697 exibições
Antônio José Tondato - Produtor Rural - Cândido Mota/SP
Região já registra 15 dias sem precipitações e impacto é diferente de acordo com o estágio de desenvolvimento das lavouras. Preços do milho em queda também preocupam os produtores

Podcast

Milho em Cândido Mota/SP começa a sofrer com estiagem e precisa de novas chuvas para recuperar produtividade

Download

LOGO nalogo

As lavouras de milho safrinha em Cândido Mota em São Paulo não recebem chuvas há 15 dias, sendo que as últimas precipitações registradas ficaram apenas entre 5 e 15 mm. Outro componente deste cenário á a alta temperatura, que gira entre 30 e 32°C no município.

Segundo o produtor rural Antônio José Tondato, o milho começa a sentir os impactos da estiagem e vai sofrendo de maneira diferente de acordo com o estágio de desenvolvimento, que é bastante variado em função da distribuição do plantio entre janeiro, fevereiro e março.

Diante disso, o produtor acredita que não vai ser viável repetir a produtividade média de 240 sacas da safra passada, apesar de ainda não possível quantificar o tamanho deste prejuízo neste momento, em que se aguardam novas chuvas para esta semana.

Outras questões que preocupam os agricultores da região são o momento de mercado com os preços do milho caindo cerca de 20% em 10 dias, ficando próximos dos R$ 42,00 e os altos custos de insumos para viabilizar a próxima safra verão 2020/21.

MIlho em Candido Mota- SP enviado por Antônio José Tondato

MIlho em Candido Mota- SP enviado por Antônio José Tondato

MIlho em Candido Mota- SP enviado por Antônio José Tondato

Confira a íntegra da entrevista com o produtor rural de Cândido Mota/SP no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário