Chuva na parte final do ciclo do milho ajudou as lavouras de Cascavel/PR e safrinha 2020 deve ser favorável ao produtor

Publicado em 17/07/2020 10:51 1101 exibições
Modesto Félix Daga - Diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR
Expectativa é de produtividade média próxima das 116 sacas por hectare e oportunidades para venda do cereal entre R$ 40,00 e R$ 50,00. Planejamento da próxima safra de soja 20/21 já está finalizado e oportunidades de trocas já surgem para a safrinha do ano que vem

Podcast

Chuva na parte final do ciclo do milho ajudou as lavouras de Cascavel/PR e safrinha 2020 deve ser favorável ao produtor

Download

LOGO nalogo

A colheita da segunda safra de milho já está acontecendo em Cascavel no Paraná, mas de maneira bastante irregular. Enquanto alguns produtores já encerram suas atividades, a maior parte das áreas deve ser colhida entre o final de julho e agosto.

Segundo o diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR, Modesto Félix Daga, a chuva se regularizou na parte final do desenvolvimento das lavouras e ajudou a recuperar parte da produção. A produtividade média esperada para o município está ao redor das 116 sacas por hectare.

O diretor conta que alguns contratos futuros foram finalizados já antes do plantio com preços de R$ 35,00 e R$ 36,00, patamar que hoje é decepcionante, após as altas recentes nas cotações do cereal. A perspectiva dos produtores é de que os valores fiquem entre R$ 40,00 e R$ 50,00 com a oferta reduzida e demanda tranquila.

Daga destaca também que o planejamento para a próxima safra de soja verão 2020/21 já está finalizado com financiamentos e trocas realizadas. Agora os produtores avançam na preparação para a próxima segunda safra de milho 2021 aproveitando preços razoáveis para trocas.

Confira a entrevista completa com o diretor do Sindicato Rural de Cascavel/PR no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário