HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Goioerê/PR colhe primeiras áreas da safrinha de milho com perdas entre 30% e 60%

Publicado em 18/06/2021 10:15 e atualizado em 18/06/2021 11:18 1838 exibições
Sergio Fortis - Presidente do Sindicato Rural de Goioerê/PR
Município passou por 55 dias sem chuvas, o que prejudicou o desenvolvimento das plantas. Contratos fechados antecipadamente devem ser cumpridos, mas sobrará muito pouco para aproveitar os atuais preços

Podcast

Goioerê/PR colhe primeiras áreas da safrinha de milho com perdas entre 30% e 60%

Download

LOGO nalogo

Quando os produtores de Goioerê no Paraná foram realizar as primeiras atividades de colheita desta segunda safra de milho, encontraram produtividades, pelo menos, 30% menores do que as esperadas. Isso foi reflexo das dificuldades climáticas enfrentadas pela região, que ficou 55 dias sem chuvas, conforme contra o presidente do Sindicato Rural de Goioerê/PR, Sérgio Fortis.

As lavouras que foram plantadas mais tarde, sofreram ainda mais, e deve atingir perdas entre 50 e 60%, uma vez que tiveram chuvas para a germinação e depois somente após o pendoamento.

Outra questão que preocupa a liderança é a janela entre a safrinha e a safra de verão 2021/22. Como os trabalho de colheita devem se estender até 15 de agosto, vai sobrar menos de um mês para os produtores se prepararem e manejarem o solo com correções necessárias antes de começar o plantio da soja em 10 de setembro.

Já pelo lado do mercado, Fortis aponta que 30% desta produção foi negociada lá atrás para travamento de custos e que vai sobrar muito pouco para ser vendido nos atuais patamares de preços elevados, especialmente para quem tiver perdas maiores.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de Goioerê/PR no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti Borges
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Geovani Salvetti Ubiratã - PR

    Aqui em Ubiratã começou a colheita,áreas de 30 a 70 sacas por alqueire

    3