Momento é de aproveitar preços do milho diante de tendência de queda, destaca analista

Publicado em 13/10/2021 14:13 3249 exibições
Roberto Carlos Rafael - Germinar Corretora
Germinar Corretora destaca que demanda por exportação segue baixa e volumes redestinados ao mercado interno sobem, pressionando cotações neste momento. Cenário para 2022 também é de pressão com melhora nos estoques de passagem e perspectiva positiva para safra verão podendo ser alterado apenas por uma grande valorização do dólar

Podcast

Momento é de aprovietar preços do milho diante de tendência de queda, destaca analista

Logotipo Notícias Agrícolas

Os últimos dias foram de cotações do milho recuando no Brasil em função de mais oferta no mercado nacional. Esse movimento vem da redução nas exportações do cereal e da destinação de volume já contratados para embarque voltando ao mercado interno.

Segundo o analista da Germinar Corretora, Roberto Carlos Rafael, daqui até o final do ano os preços do milho devem continuar andando de lado ou um pouco mais baixos e este é um bom momento para o produtor aproveitar e fechar novas negociações, aproveitando que as cotações ainda são positivas e rentáveis.

“O produtor tem que ir fazendo as suas médias e aproveitar esses preços que estão ai porque daqui pra frente o cenário está muito para um mercado de manutenção de preço, ou até um ligeiro recuo”, diz Rafael.

Com exportações que devem ficar restritas entre 15 e 16 milhões de toneladas e importações girando entre 3 e 4 milhões de toneladas, a expectativa do analista é que os estoque de passagem ao final de janeiro de 2022 cheguem em 14 milhões de toneladas, contra as 10 milhões registradas nas últimas safras.

Sendo assim, o ano que vem também deve continuar sendo de pressão nos preços, até pela perspectiva de safra de verão mais positiva do que a última. A ressalva de Rafael é que o único fator capaz de reverter esse movimento é uma grande valorização do dólar ante ao real.

Confira a íntegra da entrevista com o analista da Germinar Corretora no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário