Jornalista Ana Amélia Lemos fala sobre o Brasil, ações como senadora e futuro como candidata

Publicado em 23/05/2019 16:40 e atualizado em 27/05/2019 11:30
4081 exibições
Jornalista diz que Brasil precisa dar certo e que o presidente Bolsonaro sabe disso
Ana Amélia Lemos - Secretária Extraordinária de Estado do Rio Grande do Sul

Podcast

Entrevista com Ana Amélia Lemos - Secretária Extraordinária de Estado do Rio Grande do Sul sobre Análise da Política Brasileira

Download

 

LOGO nalogo

Nesta quinta-feira (23), o Notícias Agrícolas realizou uma entrevista especial com Ana Amélia Lemos, secretária extraordinária de Estado do Rio Grande do Sul, para analisar o cenário político brasileiro.

Lemos, que hoje trabalha em Brasília defendendo as demandas do seu estado de origem, comenta os desdobramentos das votações que se deram na Câmara dos Deputados ontem.

Uma dessas questões é a aprovação da reforma administrativa. O Coaf ficou com o Ministério da Economia. Além disso, também foram votadas as questões fundiárias das reservas indígenas. Agora, essa votação deve ir para o Senado Federal.

A secretária extraordinária observa que a oposição estava dividida nessa votação, mas que, também, a base do governo está dividida. Ela está de acordo com a aprovação de uma autorização na justiça para que auditores fiscais e Ministério Público deem início a uma investigação para que não haja nenhum tratamento diferenciado a auditores.

Acompanhe a entrevista completa no vídeo acima

Por: João Batista Olivi
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Vilson Ambrozi Chapadinha - MA

    Ana Amélia, caminhoneiros não irão às ruas pra reinvindicar benesses pra eles.

    2
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    De gente bem educadinha e de terninhos bem cortados o povo brasileiro tá enojado já. Muito bem colocado amigo João Batista, e a corrupção? Ah, o governo tem que organizar a base, se a maioria dos deputados quer continuar roubando o governo precisa negociar.

    4
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Amigo João Batista, todo politico, funcionário público, até mesmo esse pessoal da midia (e não sei se voce sabe, mas um comentarista da Jovem Pan chega a ganhar 30.000 por mes, só que o dono da Jovem Pan está enrolado até o pescoço com gente corrupta), então essas pessoas que acham lindo ganhar muito fazendo pouco, precisam saber que a população sabe que é assim que conseguem viver, com corrupção... Então quando ouvirmos eles falarem que o presidente Bolsonaro não está sabendo lidar com a Câmara dos Deputados, na verdade sabemos que são os deputados acostumados a mandar e desmandar, fazer e desfazer, que não estão sabendo lidar com o presidente Bolsonaro.... O que os politicos não entederam ainda é que o povo não quer mais ouvir a opinião deles, a maioria dos brasileiros é a favor da reforma da previdencia, toda pessoa de bom senso entendeu a necessidade da reforma da previdencia do Paulo Guedes, então o povão não quer mais ouvir essa conversa fiada de politico..., dizem "eu acho isso, eu acho aquilo", eu respondo: pouco importa o que voces acham, a população é quem sabe o que e melhor para o país. Se os politicos, os piores, acham que o Coaf com o ministério da economia é melhor que com o ministério da justiça, a população sabe que não... Isso voces não entenderam ainda, e é fácil, basta olhar para o resultado daquilo que voces fizeram por mais de 30 anos, por pouco não destruiram o país..., a população é quem salvou o Brasil, percebendo a tempo que estávamos chegando a um ponto irretornável, um ponto em que o Brasil e os brasileiros estariam condenados a miséria por séculos. Ah!, se o povo não tivesse se levantado e agido o funcionalismo público e os politicos teriam tido exito em destruir o nosso país.

      7
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Sobre o Coaf, politicos mequetrefes, guardem o que voces acham para voces, a população brasileira, os brasileiros, sabem que o Coaf nas maõs do Moro e seu projeto são garantias de que esse país não voltará a ser tão facilmente roubado como foi por voces durante décadas, deixando a maioria da população brasileira na miséria.

      3