Ameaça de rompimento de contrato é "tiro no pé", diz economista. "Produtor ficará fora do mercado"

Publicado em 27/10/2020 15:48 1376 exibições

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

2 comentários

  • Adriano Andrighetti Paim filho - RS

    Aqui na região nordeste do RS cairam chuvas em volume variando de 10-20 mm, mas aqui na propriedade apenas 5 mm. Nesse ritmo nem plantar a soja vai ser possivel, imaginem o que vai ser dos contratos???!!!. Essa conversinha de ficar de mal com o mercado é piada. Se não produz, o produtor faz o quê? Compra a 150 pra entregar a 80?

    0
  • Carlos William Nascimento Campo Mourão - PR

    Todo contrato tem que ter cláusula de não cumprimento. Para ambos os lados. É não pode ser leonino. Leiam seus contratos e consultem seus advogados. Se entregar metade do contrato sem prévio acordo, não recebe nada. Vão segurar o pagamento como multa do restante. Cuidado aí. Não tem bonzinho nesse ramo. Protejam suas famílias. Vamos rezar por um milagre e que tenhamos chuvas esta semana. Com safra normal, produtor vai honrar contratos, mesmo perdendo. Mas colhendo 20 sacas por hectare, e entregando a 80 reais e perdendo 70 reais por saco, a coisa vai desandar.

    12