Na ShowTec 2017, TMG lança cultivares de soja com resistência à ferrugem asiática

Publicado em 23/01/2017 11:26
2589 exibições
Com a tecnologia Inox, produtores podem reduzir o número de aplicações de fungicidas nas lavouras para o controle da doença. Cultivares possuem alto potencial produtivo e já estarão disponíveis aos agricultores a partir da safra 2017/18.
Confira a entrevista de Sérgio Luiz Marchi - Superv. Desenvelvimento de Mercado TMG
Tags:

2 comentários

  • Roberta Magalhães Goioerê - PR

    Tolerância é diferente de resistência ;)

    2
  • Hans Horner Passo Fundo - RS

    Assistindo ao vídeo, o entrevistado diz que essa cultivar é resistente a lagartas e a ferrugem asiática. Mais adiante diz que a vantagem das cultivares é "menos aplicação de fungicidas"... afinal ela é resistente ou não ???? Consegui entender.... Se é parcialmente resistente, então "não é resistente"... ou é ou não é . Estou errado ? Com a palavra os especialistas.

    8
    • LAURICIO RIBEIRO DE MORAES Rio Verde - GO

      Será necessário aplicações de fungicidas. O fungo consegue infectar a planta, porém com menor severidade.

      1
    • Hans Horner Passo Fundo - RS

      OK, Sr.Lauricio, obrigado pelo esclarecimento. Neste caso na minha opinião, deve-se dizer que as cultivares são TOLERANTES, ou PARCIALMENTE RESISTENTES. O termo resistente induz a entender que a ferrugem asiática não se instalaria, ou melhor, não causaria nenhum tipo de dano se presente nas plantas e até por isso o fungicida não seria tão necessário ou menor quantidade. Um fungo patogênico precisa ser prevenido ou eliminado para evitar danos - o que é o caso - se fosse saprófita poderia estar presente e não interferir na saúde das plantas, se é que estou correto. Outro exemplo são "as vacinas" que criam resistência nos seres vivos, e que não causam mais danos mesmo que presentes os micro-organismos causadores, o que aqui não é o caso. Questão de interpretação, importante na escolha até pela relação custo-benefício. Agradeço mais uma vez pela atenção.

      0
    • Tiago Gomes Goiânia - GO

      Certinho Hans. O técnico pisou na bola ao vender o produto.

      3
    • Sérgio Luiz Marchi Palotina - PR

      Prezados! boa noite não tenho a intenção de criar polêmica sobre o assunto "Resistência ou Tolerância", me desculpa prezado Tiago mas não pisei na bola não, nos da TMG temos muito cuidado quando falamos desse assunto e com muita certeza nós somos uma das empresas que tem o maior conhecimento quando se fala em resistência genética a ferrugem asiática (P. pachyrhizi), se forem pesquisar irão encontrar nos artigos relacionados ao assunto o termo "Resistência genética". Nas cultivares que possuem o Gen de resistência o fungo penetra na planta de soja e a mesma tem uma reação que chamamos de hipersensibilidade percebendo a presença do fungo ela mata o tecido em volta do fungo e o mesmo morre causando uma lesão chamada "RB" é ai que está a diferença, nas lavouras com cultivares "Inox" não ocorre epidemia e o produtor tem uma janela de aplicação maior. Ainda referente ao termo também encontramos artigos onde os pesquisadores falam em Tolerância (Artigos: KATO e YORINORI, 2006; CALGARO et al., 2006) abraço.

      1
    • Fernando Engler Palotina - PR

      O uso do termo "redução de fungicidas" também não está errado porque o fungicida a não é aplicado para controle exclusivo da ferrugem asiática, temos um complexo de fungos que é alvo dos fungicidas, sendo a variedade tolerante apenas à ferrugem exige que o produtor mantenha o controle dos demais fungos na cultura...

      0
    • Tiago Gomes Goiânia - GO

      Ok sérgio obrigado pelo esclarecimento. Do ponto de vista técnicoo parece correta sua explicação. Mas como disse O hans em mensagem anterior esse termo "resistencia" induz os leigos (ou não muito especialistas) a imaginar que a ferrugem não traria danos significativos mesmo se não aplicado fungicida. A princípio também me parece melhor o termo tolernte. Mas ta certo se ciêntificamente é assim esta certo então. Abraço

      0
    • Virgilio Andrade Moreira Guaira - PR

      A tolerância ajuda no controle integrado de doenças. Não resolve, mas ajuda.

      0
    • Hans Horner Passo Fundo - RS

      Então estamos "combinados" - as cultivares são tolerantes, pois pelo mecanismo de defesa genético permitem um melhor controle da incidência de ferrugem asiática ( integrado como diz o Sr. Virgilio ) o que pode diminuir os danos causados se aplicações forem realizadas em tempo hábil. O que deve ficar bem esclarecido para evitar que o produtor por uma interpretação errada venha a sofrer prejuízos ou aumento de custos . A relação custo-benefício no uso dessas sementes deve ser muito bem avaliado devido ao custo de aquisição se comparado com as cultivares tradicionais. Para finalizar o Sr. Marchi sugeriu se pesquisar alguns autores e trabalhos para se entender melhor a diferença entre resistência e tolerância. Encontram-se vários trabalhos em referencia e me parece que há sim uma diferença. Tem muitas publicações sobre o assunto, interessante é ver algumas delas para se entender bem o que acontece, muito esclarecedoras. Ajudam muito o produtor a tomar suas decisões no período de planejar suas lavouras.

      0