Soja: Com chuvas localizadas, plantio da safra 2017/18 chega a 15% em Lucas do Rio Verde (MT)

Publicado em 10/10/2017 11:08 e atualizado em 10/10/2017 14:08
453 exibições
Semeadura da soja ainda não está atrasada e a perspectiva é que as chuvas se normalizem a partir do mês de novembro na região. Para não comprometer janela da safrinha de milho, semeadura deve ser finalizada até próximo do dia 30 de outubro. Preços giram em torno de US$ 16,50 a US$ 17,00 a saca e não cobrem os custos de produção.

LOGO nalogo

Carlos Simon, presidente do Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde (MT), destaca que o plantio da soja na região está por volta de 10% a 15%. Alguns produtores ainda não iniciaram o plantio, enquanto outros iniciaram e pararam.

As chuvas são localizadas e devem se regularizar apenas no mês de novembro. Neste momento, apenas os agricultores que são contemplados com essas chuvas acabam conseguindo plantar.

Os produtores que fazem safrinha de algodão estão mais preocupados. Entretanto, aqueles que fazem safrinha de milho podem plantar a soja até o dia 30 de outubro. No primeiro caso, um plantio até o dia 20 de outubro com um ciclo mais curto pode viabilizar a safra.

O nível de preços, por sua vez, está baixo para os produtores, girando em torno de US$16,50 a US$17 a saca, de forma que não cobrem os diversos custos de produção que envolvem a cultura.

A rentabilidade também é uma preocupação dos produtores nesta safra, além do crescimento da safra norte-americana, o que implica em um maior número de estoques mundiais.

 

Por: Fernanda Custódio e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário