Lavouras de soja em Bagé (RS) são castigadas com período de estiagem e altas temperaturas

Publicado em 12/01/2018 11:13 e atualizado em 15/01/2018 11:39
1703 exibições
Desde novembro, volume acumulado de chuvas está próximo de 50 mm. Precipitações previstas para a próxima semana, se confirmadas, podem reduzir potencial de perdas nas lavouras. Cerca de 50% das plantações estão em fase de desenvolvimento vegetativo. Rendimento médio na região gira em torno de 55 scs/ha. Preços estão próximos de R$ 65,00 a saca.

Podcast

Thiago Aléssio - Produtor Rural Bagé/RS

Download

LOGO nalogo

Em Bagé/RS, a preocupação dos produtores rurais é com déficit hídrico, sendo que a região desde novembro está acumulado cerca de 50 mm. Até o momento, 85% das lavouras de soja estão com o desenvolvimento comprometido, sendo que parte das plantações está em período vegetativo e o restante em fase de floração de grãos.

O produtor rural da região, Thiago Aléssio, destaca que tem previsões de precipitações para a segunda quinze de janeiro. “O agricultor fica preocupado e acompanha a o clima todos os dias. Há quatro dias, indicavam chuvas de 70 mm, mas agora marcam 10 a 15 mm”, explica.

Caso as chuvas se confirmem, o produtor sinaliza que ajuda a recuperar parte do potencial produtivo das lavouras. Em algumas áreas foi necessário realizar o replantio, devido o plantio ter sido feito com baixa umidade no solo. Contudo, muitos agricultores não possuem seguro das propriedades.

Já em relação à sanidade, não há preocupação em relação às pragas, pois na região está com altas temperaturas. “Nem tudo está perdido, vamos torcer para vir essa chuva e não pesar ainda mais no bolso do produtor” comenta.

Confira as imagens das lavouras de soja:

lavouras soja bagé/rs

lavouras soja bagé/rs

Preços

Atualmente, a saca da soja está sendo negociada a R$ 65,00. Em Porto do Rio Grande, as cotações variam entre R$ 72,00 a R$ 73,00 a saca da soja. Os valores nesses patamares deixam margens ajustadas ao produtor.

Por: Fernanda Custódio e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário