Em Roraima, produtores se preparam para a nova safra e área de soja deve crescer 30%

Publicado em 21/03/2018 11:14 e atualizado em 21/03/2018 17:19
2337 exibições
Expectativa é que sejam cultivados 43 mil hectares de soja nesta temporada no estado. No ciclo passado, o número ficou em 32 mil hectares. Agricultores investem em variedades convencionais e custos de produção giram em torno de 22 a 28 scs/ha. Plantio deve ter início no final do mês de abril. Saca da soja é cotada ao redor de R$ 77,00 em Roraima.
Confira a entrevista com Antônio Denarium - Presidente da Comissão Organizadora da Colheita da Soja

Podcast

Em Roraima, produtores se preparam para a nova safra e área de soja deve crescer 30%

Download

LOGO nalogo

Os produtores rurais estão se preparando para a nova safra de soja no estado de Roraima. Na temporada passada, a região cultivou cerca de 32 mil hectares com soja e a previsão que neste ano sejam plantadas 43 mil hectares com o grão, um crescimento de área em torno de 30%.  

O presidente da Comissão Organizadora da Colheita da Soja, Antônio Denarium, reforça que região é a única que inicia o plantio durante a entressafra de todo o Brasil. “Nós fazemos o cultivo junto com o calendário americano, isso porque nós estamos acima da linha do Equador”, explica.  

Em relação à produtividade, a liderança destaca que em áreas de primeiro ano os agricultores podem alcançar 55 sacas do grão por hectare. “No primeiro ano da minha propriedade consegui alcançar uma produtividade por volta de 50 sacas, nesta mesma área em 2017, eu colhi 60 sacas do grão por hectares”, comenta.

Os agricultores seguem investindo em variedades convencionais que representa 90% das áreas cultivadas na localidade. No entanto, os custos de produção ficam em torno de 22 a 28 sacas por hectares.

Comercialização

Os compradores já estão fazendo a fixação de preços visando à próxima colheita, em que as negociações giram em torno de R$ 77,00 a saca. “Nestes valores, nos temos um desconto do funrural e do frete até o porto, sendo que esses custos estão próximos de R$ 10,00 por saco”, ressalta.

Por: Fernanda Custódio e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário