Mercado de olho na evolução da demanda pela soja americana.Venda da safra nova está acelerada, mesmo sem compra direta da China

Publicado em 07/08/2018 17:55
3100 exibições
Números apurados pela Informa Economics FNP mostram que as vendas antecipadas da soja americana estão entre 3 e 4 milhões de toneladas a frente do volume negociado neste mesmo período do ano passado
Aedson Pereira - Analista de Mercado da Informa Economics FNP

Podcast

Entrevista com Aedson Pereira - Analista de Mercado da Informa Economics FNP sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

Nesta terça-feira (07), o mercado da soja na Bolsa de Chicago (CBOT) teve uma sessão positiva para os preços, com altas de dois dígitos nos principais vencimentos.

Aedson Pereira, analista da Informa Economics FNP, avalia que os fundamentos estão ligados à questão da demanda. Embora a guerra comercial entre Estados Unidos e China esteja longe de uma resolução, o mercado tem olhado para o ritmo das exportações antecipadas, com sinais de que o volume comprometido é maior do que o do mesmo período do ano passado.

Há sinais, ainda, de um grande volume de esmagamento e de vendas antecipadas da safra 2018/19 nos Estados Unidos, fatores que, associados com a queda de qualidade nas condições de lavoura, dão suporte para as cotações.

Existe um movimento de possível triangulação, com países comprando e direcionando para a China. Neste momento, o mercado segue atento aos números de exportação e de vendas antecipadas.

A soja brasileira, a partir de agora, tende a ficar mais cara. Também há os problemas ainda não resolvidos na questão logística, já que não houve consenso na questão dos fretes. A Argentina, por sua vez, não tem disponibilidade de grão.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário