Volume de soja comprado dos EUA pela China fica abaixo do que o mercado esperava e preços recuam em Chicago

Publicado em 19/12/2018 17:57
1218 exibições
Chineses são bons comerciantes e estratégia adotada até agora mostra que estão no caminho certo... Num primeiro momento fazem o mercado em Chicago subir com anuncio de novas compras, forçam recuo dos prêmios no Brasil e depois anunciam compras menores
Carlos Henrique Cogo - Cogo Inteligência em Agronegócio

Podcast

Entrevista com Carlos Henrique Cogo - Cogo Inteligência em Agronegócio sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

Nesta quarta-feira (19), havia uma expectativa na Bolsa de Chicago (CBOT) de que a China retomasse as compras de soja dos Estados Unidos, mas o mercado viu esse movimento com cautela - e de forma acertada: essas vendas não atingiram o número especulado.

Carlos Cogo, da Cogo Inteligência em Agronegócio, destaca que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) registrou uma venda de 1 milhão e 199 toneladas, abaixo dos 2 milhões que eram estimados. Isso frustrou bastante o mercado.

Ontem, o anúncio de uma ajuda do governo norte-americano aos produtores teve efeito nas cotações, mas, hoje, esse fator já foi deixado de lado. Está evidente, segundo Cogo, que os chineses estão prolongando ao máximo as suas compras dos Estados Unidos.

As exportações de carne bovina por parte da China cresceram 53%, o que reduz um pouco a necessidade de produção de suínos, mas o analista acredita que o país asiático aguarda pela soja da América do Sul em melhores cotações, sem a tarifa que é imposta pelos norte-americanos.

 

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário