Colheita da soja se encaminha para o final em Rondônia e produtividade está em 60 sacas por hectare

Publicado em 25/03/2019 10:52 e atualizado em 25/03/2019 11:42
626 exibições
Últimos 10% da área devem ser colhidos nos próximos 10 dias e a produtividade segue dentro da média histórica. Restando apenas 10/15% da safra para venda, preços na casa dos 63/65 reais apertam as margens de lucro. Milho também se encaminha para o final do plantio e expectativa é de boas produtividades.
Juca Masutti - Presidente da Aprosoja RO

Podcast

Entrevista com Juca Masutti - Presidente da Aprosoja RO sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja em Rondônia já avançou para 90% do total plantado, o restante deve ser encerrado em até 10 dias. Após o clima estável durante o desenvolvimento da safra, a produtividade até o momento está na casa das 60 sacas por hectare, dentro das médias históricas do estado.

“O clima, desde o plantio, se comportou muito estável. Tivemos um pouquinho de excesso de chuvas em fevereiro, que gerou uma baixa na produção, mas março voltou a estabilizar e devemos repetir a safra do ano passado, talvez um pouco mais”, conta Juca Masutti, presidente da Aprosoja Rondônia.

As vendas avançam bem no estado, restando apenas entre 10 e 15% da produção para inda ser negociada. Os preços em Vilhena giram entre 63 e 65 reais, valor que deixa a margem de lucro apertada para os produtores.

“Está apertado. Quando estavam fechando os insumos acabou se pagando aquele dólar caro, que chegou a bater nos R$ 4,10. Encareceu as lavouras por conta disso e também pelo custo do frete tabelado. Por mais que se manteve a produção, vai ficar pelo caminho esses itens principais que são a diferença cambial e o frete”, comenta Masutti.

Milho

Ao mesmo tempo, o plantio do milho safrinha avança para 95% do total da área. A melhor janela para cultivo já se encerrou no dia 10 de março, mas apenas uma pequena parte ficou fora desse período. Com boas perspectivas de clima, já que as chuvas estão previstas até o mês de maio, os produtores rondonienses esperam boas produtividades também para o milho.

O presidente da Aprosoja RO destaca ainda que, o preço atual de R$ 21/22 não consegue dar margem de lucro aos produtores, que aguardam preços maiores do de R$ 22,00 para fecharem suas vendas.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário