Soja: Brasil tem semana fraca de negócios com recuo do dólar e Chicago pressionado pela guerra comercial

Publicado em 05/04/2019 16:53 e atualizado em 05/04/2019 17:59
1454 exibições
Com câmbio como único diferencial neste momento, produtor voltou a se retrair diante de preços mais baixos. Para o disponível, referências seguem entre R$ 78,00 e R$ 80,00. Patamares de R$ 84 para safra nova pode ser boa oportunidade.
Luiz Fernando Gutierrez Roque - Analista da Consultoria Safras & Mercado

Podcast

Entrevista com Luiz Fernando Gutierrez Roque - Analista da Consultoria Safras & Mercado sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

Os preços da soja voltaram a recuar na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta sexta-feira (05), sentindo o impacto da falta de substância nas notícias que estão presentes no mercado.

Luiz Fernando Gutierrez Roque, analista de mercado da Safras & Mercado, destaca que o "mais do mesmo" tem travado o mercado, por mais que haja avanço entre as negociações de Estados Unidos e China.

Para o analista, o mercado já trabalha com a possibilidade de um acordo há algum tempo. Assim, essas movimentações fazem com que as cotações caminhem de lado e encontrem resistência na linha dos US$9/bushel.

Ele ressalta ainda que as notícias são semelhantes às publicadas no início da guerra comercial e que o intervalo de preços é praticamente o mesmo.

Neste momento, o grande foco do mercado deve passar a ser a questão climática norte-americana e como isso irá afetar as cotações a partir de meados de abril e do mês de maio.

Por: Carla Mendes e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário