Tocantins colhe o milho safrinha e produtores ainda buscam finalizar vendas da soja

Publicado em 04/06/2019 11:00 e atualizado em 04/06/2019 11:34
524 exibições
Expectativa é de grande produtividade para o milho safrinha no estado que sofreu com queda de 10% na soja após problemas climáticos. Produtores aproveitam momento de altas nos preços para vender suas produções.
Maurício Buffon - Presidente da Aprosoja Tocantins

Podcast

Entrevista com Maurício Buffon - Presidente da Aprosoja Tocantins sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja se encerrou com queda de 10% com relação à safra passada. Os produtores atingiram médias de 48 sacas por hectare na produção que ficou em 2,7 milhões de toneladas. Agora, os esforços estão na busca pela venda da soja.

Segundo Maurício Buffon, presidente da Aprosoja Tocantins, os produtores estão aproveitando a subida dos preços para negociar o restante da produção, ainda que o patamar de R$ 70,00 não seja o suficiente para garantir rentabilidade na safra 2018/19 e nem garantir uma boa trocar por insumos já pensando na safra 2019/20, que deve ter custo de produção ainda maior.

Enquanto isso, os trabalhos seguem nos campos para a colheita do milho safrinha, que já começou e deve se intensificar nos próximos 20 dias, se estendendo cerca de 45 dias mais. Para o cereal o cenário é outro, expectativa de grande produtividade na casa das 100 sacas por hectare e vendas que aproveitam as boas cotações para garantir uma rentabilidade maior ao agricultor tocantinense.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente da Aprosoja TO no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário