Produtores de Carazinho/RS apostam nas safras de inverno após perdas da soja

Publicado em 14/06/2019 11:19 e atualizado em 14/06/2019 14:20
597 exibições
Safra 2018/19 de soja teve queda na média de produtividade devido a alta incidência de doenças nas lavouras. Plantio do trigo, aveia branca e cevada deve ser retomado após paralisação devido as chuvas.
Leomar Luis Tombini - Presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS

Podcast

Entrevista com Leomar Luis Tombini - Presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS sobre o Acompanhamento de Safra de inverno

Download

LOGO nalogo

A safra de soja 2018/19 já está totalmente finalizada em Carazinho no Rio Grande do Sul. A média da produção ficou entre 67 e 68 sacas por hectare, um patamar menor do que as 72 registradas na safra passada.

Segundo Leomar Luis Tombini, presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS, as adversidades climáticas e, principalmente, a forte incidência de doenças com a ferrugem asiática foram as responsáveis por ocasionar essa queda de produtividade.

Agora, o foco dos produtores está nas safras de inverno. O município deve ter aumento na área plantada de trigo, além do cultivo expressivo de cevada, aveia branca, canola e aveia preta. Após passarem 20 dias sem poder semear devido as chuvas na região, os agricultores agora deve aproveitar o próximo período seco para acelerarem as atividades.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário