Movimento de compra reduziu pressão nas cotações da soja em Chicago após preços romperem suporte dos US$8,85/bushel

Publicado em 18/07/2019 16:55 e atualizado em 18/07/2019 17:58
2529 exibições
Tendência para os preços da soja em Chicago e no Brasil ainda é de baixa, diz analista da Informa
Vitor Belasco - Analista de Grãos da Informa Economics FNP

Podcast

Entrevista com Vitor Belasco - Analista de Grãos da Informa Economics FNP sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

O mercado da soja fecha seu quarto dia consecutivo em queda, porém com perdas menores, variando no negativo entre 1,25 e 1,5. Para Vitor Belasco, analista de grãos da Informa Economics FNP, o dia hoje foi de recomposição técnica dos preços, o que justifica a desaceleração das recentes quedas.

Para o analista, os fundamentos atuais são baixistas, já que o relatório do USDA apresentou melhora na qualidade das áreas produtivas e China continua comprando volumes tímidos de soja dos EUA, apesar da trégua firmada durante reunião do G20.

Leia: Líderes do G20 lutam para diminuir diferenças além de preocupações com o crescimento global

“Essa é uma reação discreta e não da para atribuir isso como uma mudança de mercado”, diz Belasco. Ele lembra ainda que a peste suína africana fez o país asiático retrair as compras de soja e aumentar a demanda por proteína animal.

Leia mais: China reduz importações da soja, mas compensa comprando mais carne suína

>> Demanda externa faz preços dos suínos dispararem em Santa Catarina. Casos de PSA em 19 países, além da China, motivam compras

Além disso, o governo chinês trabalha com 85 milhões de toneladas para sanar sua demanda por importações, então o país ainda deve ir ao mercado. Porém, além dos Estados Unidos e do Brasil, ela tem mais opções de fornecedores, como por exemplo Argentina e isso irá estimular a guerra de preços entre os países produtores.

Saiba mais: Colheita de soja chega ao final na Argentina, com 56 mi t

Se na próxima semana o relatório do USDA trouxer mais números positivos para a safra de grãos americanos, isso pode representar uma melhora na produtividade e, consequentemente um aumento nos estoques finais, o que limita ainda mais os ganhos.

Acompanhe: Veja como fechou o mercado da soja no dia de hoje

 

Por: Aleksander Horta e Ericson Cunha
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário