Dólar a R$ 4,00 no Brasil estimula negócios acima dos R$ 86/saca de soja da safra velha nos portos. Safra nova aguarda os R$90

Publicado em 14/08/2019 16:54 e atualizado em 15/08/2019 03:54
5128 exibições
Soja em Chicago tem mais um dia de queda mesmo após Trump adiar início da cobrança de taxas sobre nova remessa de produtos chineses. Mercado esperava gesto de boa vontade da China com anúncio de novas compras, o que não ocorreu
Vlamir Brandalizze - Analista de Mercado da Brandalizze Consulting

Podcast

Entrevista com Vlamir Brandalizze - Analista de Mercado da Brandalizze Consulting sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

Após reação na última sessão, nesta quarta-feira (14), o mercado da soja fechou com quedas de 10,5 a 11 pontos nos principais vencimentos. Para Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, esse movimento de baixa é técnico e deve se reverter na quinta-feira. Ele lembrou ainda que nesta quinta o USDA irá publicar um relatório atualizado de exportação, que vai apresentar quais compradores estão trabalhando com a safra americana.

Enquanto isso, China não apresenta uma reaproximação dos EUA, mesmo com adiamento das tarifas americanas sobre os produtos chineses. Isso faz com que o mercado olhe para a América do Sul, aonde a Argentina tem sido um grande fator de atenção, principalmente após as eleições primárias no país.

Entenda:

>> "Ainda há tempo para Macri virar o jogo na Argentina", diz o economista Roberto Troster

>> Macri anuncia medidas de alívio para argentinos

No mercado interno brasileiro, a média de preço nos portos é de R$ 86, sendo que a negociação está focada na safra velha. Por enquanto, a safra nova tem sido negociada lentamente, com vendedores aguardando preços melhores. 

Leia também: Em novo dia de forte aversão ao risco, commodities agrícolas perdem mais de 1%

 

Por: Aleksander Horta e Ericson Cunha
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário