Enquanto oferta da safra velha de soja fica cada vez mais restrita, negócios para a próxima safra seguem lentos e atrasados

Publicado em 09/09/2019 18:25 e atualizado em 09/09/2019 19:16
2460 exibições
Semana deve seguir sem pressão nos preços da soja em Chicago com mercado à espera do relatório do USDA que sai na próxima quinta-feira (12)
Vlamir Brandalizze - Analista de Mercado da Brandalizze Consulting

Podcast

Fechamento de Mercado da Soja - Entrevista com Vlamir Brandalizze - Analista de Mercado da Brandalizze Consulting

Download

LOGO nalogo

O mercado da soja desta segunda-feira (09) fechou em estabilidade para os principais contratos, em um momento de transição para o ano comercial dos Estados Unidos, que se encerrou no final de agosto. Para Vlamir Brandalizze, analista da Brandalizze Consulting, além desse fator, o mercado aguarda o próximo relatório de oferta e demanda do USDA, que será divulgado na próxima quinta-feira (12).

De acordo com o analista, há muita expectativa com esse próximo relatório principalmente porque irá demonstrar como está a demanda por soja americana. Além dos resultados finais de exportação para agosto, o novo relatório deve trazer projeções para a nova safra. Com relação a isso, Brandalizze acredita que não haverá grandes novidades, pois apesar da melhora do clima nos Estados Unidos, o atraso no plantio irá impactar na produtividade das lavouras.

No mercado brasileiro, a demanda interna deve aumentar, já que o biodiesel passará a ter 11% de biodiesel em sua composição. Esse aumento de 1% equivale ao esmagamento de cerca de 3 milhões de toneladas de soja por ano, o que deverá aumentar a procura pela oleaginosa por parte das esmagadoras. 

Com relação aos negócios, para a safra velha os ritmos de exportações são bons, mas é preciso atenção. De acordo com Vlamir, há cerca de 10 milhões de toneladas disponíveis para embarcar, sendo que acima disso pode afetar na disponibilidade de produto para a demanda interna. Já para a safra nova, as vendas continuam lentas, com vendedores aguardando preços melhores. Brandalizze diz ainda que os produtores devem ficar alertas com as condições de plantio, que pode atrasar se o clima não for favorável.

Assista: Inmet alerta sobre mudanças nas condições climáticas para o início da safra de soja no Paraná

Por: Aleksander Horta e Ericson Cunha
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Marcio Magarinos Outros Tio Hugo - RS

    Quais seriam os motivo para os prêmios caírem?? Como a soja está se desvalorizando, se a oferta do disponível está ficando escassa?

    1
    • samuel de aguiar luz sabáudia - PR

      Lamento informar marcio, mas o produtor é o unico que nao tem controle de precos ..... somos "engolidos", ora pelo mercado, ora pelo USDA, ora pela conab e etc . Triste verdade...

      0