Aprosoja PR aconselha cautela ao produtor para o início do plantio da soja

Publicado em 26/09/2019 11:21
2209 exibições
Diante das chuvas ainda irregulares no estado, produtor deve esperar umidade do solo favorável para semear a próxima safra 2019/20. Expectativa é de chuvas mais regulares entre os dias 3 e 5 de outubro e de retomar bons patamares de produtividade após quebra da temporada passada.
Márcio Bonesi - Presidente da Aprosoja PR

Podcast

Aprosoja PR aconselha cautela ao produtor para o início do plantio da soja

Download

LOGO nalogo

O plantio da safra de soja 2019/20 já começou no Paraná, mas ainda avança de maneira irregular pelo estado, acompanhando as chuvas que, até o momento, são irregulares e espalhadas.

O sudoeste do estado é a região mais avançada, já que recebeu chuvas mais expressivas. Pato Branco por exemplo, já semeou mais da metade da sua área prevista. A região Oeste recebeu algumas chuvas no início desta semana e os trabalhos se iniciaram entre a quarta-feira (25) e a quinta-feira (26). Por fim, as áreas mais ao norte segue mais atrasadas e sem registro de chuvas.

Segundo o presidente da Aprosoja PR, Márcio Bonesi, o produtor precisa ser bastante assertivo na tomada de decisão e prestar atenção à umidade presente no solo para que o alto custo de produção não seja perdido. A recomendação da entidade é ter paciência e esperar que as chuvas previstas entre os dias 3 e 5 de outubro se confirmam.

Apesar destas incertezas iniciais, as previsões climáticas apontam meses de novembro e dezembro com bastante chuva no Paraná, o que deixa os produtores do estado esperançosos de retomar bons níveis do produtividade após as perdas da safra passada, que chegaram em até 45% na região oeste.

O maior prejuízo ficaria para a segunda safra de milho, que de acordo com Bonesi, pode ter uma janela mais apertada com aumento do risco de geada e diminuição da área cultivada no ano que vem.

Confira a entrevista completa com o presidente da Aprosoja PR no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário