Termos do acordo China X EUA, comportamento da demanda chinesa e safra Sul Americana vão direcionar preços da soja em Chicago

Publicado em 18/10/2019 17:01 e atualizado em 18/10/2019 18:56
1999 exibições
Próximos 15 dias serão de volatilidade para os preços da soja em Chicago, mas patamar acima dos US$ 9,00/bushel estaria assegurado até o final do ano
Ênio Fernandes - Consultor em Agronegócio da Terra Agronegócios

Podcast

Entrevista com Ênio Fernandes - Consultor em Agronegócio da Terra Agronegócios sobre Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

Nesta sexta-feira (18), o mercado da soja fechou com leves ganhos na Bolsa de Chicago. Os futuros da commodity encontraram suporte, principalmente, nas boas notícias que vieram da demanda, especialmente dos bons números das vendas semanais para exportação divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). 

As vendas de soja para exportação dos EUA na semana encerrada em 10 de outubro foram de 1,7 milhão de toneladas. A China foi a principal compradora da oleaginosa americana, respondendo por mais de 850 mil toneladas do total. 

Veja como ficou o mercado da sopja nesta sexta-feira (18)

As vendas de soja da nova safra do Brasil caminham bem neste momento. O dólar alto frente ao real tem sido um dos principais combustíveis para a formação dos preços da nova temporada, já que a moeda americana volta a atuar acima dos R$ 4,00 e cria um ambiente bastante favorável para as referências diante de melhores preços que são observados também na Bolsa de Chicago. 

No acumulado do ano, até esta quinta-feira (17), o dólar comercial acumula uma alta de 9,97%, saltando de R$ 3,79 para R$ 4,17. Nos últimos 30 dias, o ganho é de 2,32%. E apesar da queda de mais de 1% nesta sexta-feira (18), a divisa se mantém acima dos R$ 4,10. 

Leia: Soja: Mercado tem bom momento para vendas da safra nova no Brasil, dizem especialistas

Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário