Publicidade
HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Chuva atrasa muito a colheita da soja no sul do Pará e derruba qualidade dos grãos

Publicado em 10/03/2021 10:51 e atualizado em 10/03/2021 11:21 1174 exibições
João André Babinsk - Presidente da APROCAMPO
Trabalhos foram finalizados em apenas 50% das lavouras, quando o normal para este período já seriam 80%. Além dos atrasos, grãos colhidos perderam qualidade e produtores enfrentam dificuldades no momento da entrega das cargas em função do alto índice de avarias. Plantio da segunda safra de milho também está prejudicado e queda na produção já é esperada

Podcast

Chuva atrasa muito a colheita da soja no sul do Pará e derruba qualidade dos grãos

Download

LOGO nalogo

A colheita da soja já deveria ter sido encerrada em 80% das lavouras da região sul do Pará, mas até o momento, apenas 50% da área foi colhida. Esse atraso se dá em função do excesso de chuvas na região, que além de dificultar as atividades, prejudica a qualidade dos grãos.

Segundo o presidente da Aprocampo (Associação dos Produtores dos Campos do Araguaia), João André Babinski, desde que a colheita começou chove todos os dias na região, o que desencadeia dois tipos de problemas. O primeiro é o impedimento do avanço da colheita nas lavouras já prontas, e o segundo é o surgimento de doenças nas áreas que ainda não terminaram sua maturação.

Publicidade

A liderança destaca que, se o cenário permanecer o mesmo as perdas de produtividade podem chegar a até 80% para muitos produtores. Caso as precipitações parem e o Sol volte, essa queda pode ficar restrita a 40%.

Outro problema enfrentado é a perda de qualidade dos grãos. Babinski explica que, mesmo tendo produtividade, a soja está muito avariada e os produtores enfrentam dificuldades no momento das entregas, com as traders se recusando a receber as cargas.

Diante disso, muitos produtores vão conseguir apenas cumprir os contratos firmados antecipadamente e ter um ganho bem menor do que o esperado, e outros não chegar nem à isso, ficando com dificuldades para entregar aquilo que já foi contratado.

O plantio da segunda safra de milho também já foi impactado. Até o momento apenas 20% da área esperada foi semeada, quando o esperado era algo em torno de 50%. Assim, a janela ideal vai sendo perdida e a perspectiva já é de queda na produtividade do cereal, que vai enfrentar um período de menos chuva ao longo do ciclo.

Confira a entrevista completa com o presidente da Aprocampo no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário