Açúcar com preços melhores que ano passado e produção recorde de etanol são fatores positivos para setor sucroalcooleiro em 2020

Publicado em 08/01/2020 15:15 1585 exibições
Maurício Muruci - Analista da Safras & Mercado
Após testar máxima em 14 meses, açúcar volta a trabalhar em estabilidade. Etanol precisa atender demanda crescente e ao mesmo tempo manter competitividade no mercado de combustíveis.

Podcast

Entrevista com Maurício Muruci - Analista da Safras & Mercado sobre o Mercado do Açúcar e Etanol

Download

LOGO nalogo

As tensões bélicas entre Estados Unidos e Irã impactaram o mercado de commodities e com o setor sucroalcooleiro não foi diferente. Ao longo desta última terça-feira (07), o açúcar atingiu a máxima de 13,79 centavos de dólar por libra-peso, mas acabou retornando ganhos e nesta quarta (08) tem trabalhado na faixa de 13,50 centavos de dólar por libra-peso nos contratos para março de 2020.

A alta foi um reflexo da instabilidade do preço do barril de petróleo, que chegou ao valor de US$ 71, mas foi caindo até se estabelecer no preço de US$ 59, ou seja, uma queda de 5%. Durante esse processo, o setor sucroalcooleiro tendeu a trabalhar com mix concentrado no etanol, reduzindo a oferta de açucar, o que deu impulso aos preços.

Diante desse contexto, o etanol segue com boa margem de crescimento no Brasil. A demanda crescente acarretou em um aumento nos preços médios do etanol hidratado em 20 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, segundo pesquisa da ANP.

Mesmo com a alta procura, não há risco de desbastecimento, já que o país possui cerca de 8 bilhões de litros em estoque. Para a safra deste ano, espera-se que 10% das usinas antecipem a moagem. Além disso, cerca de 16% das áreas devem ser renovadas. Somando-se a isso o clima favorável, o risco de falta de etanol é praticamente nulo.

Em suma, o mercado de açúcar começa 2020 com preços melhores que 2019, enquanto que o mercado de etanol torna-se cada vez mais rentável. Apesar de opção mais favorável para o etanol, ambos os mercados tendem a ser positivos este ano.

Leia mais:

>> Índice de vendas futuras de açúcar do Brasil está em linha com média, diz Archer

>> Açúcar bruto recua na ICE após tocar máxima de 14 meses; café avança

>> Preços do petróleo despencam após declarações de EUA e Irã amenizarem tensões

>> ANP: Etanol sobe em 20 estados e no DF; preço médio avança 0,54% no país

Por:
Ericson Cunha
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário