HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Moagem no Centro-Sul do BR em 21/22 deve ficar no menor nível em 10 anos, vê Unica

Publicado em 15/09/2021 16:25 e atualizado em 15/09/2021 17:58 793 exibições
Antônio de Pádua Rodrigues - Diretor Técnico da UNICA
União da Indústria de Cana-de-Açúcar acredita que processamento de cana das usinas na safra atual deve terminar mais cedo, já em meados de outubro

Podcast

Entrevista com Antônio de Pádua Rodrigues - Diretor Técnico da UNICA sobre a Safra de Cana-de-Açúcar

 Logotipo Notícias Agrícolas

A safra 2021/22 de cana-de-açúcar do Centro-Sul do Brasil deve ficar no menor nível em 10 anos, segundo estimativa da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), totalizando uma moagem entre 520 e 530 milhões de toneladas, sobre 605 milhões de t na temporada anterior.

"Essa queda foi provocada por basicamente quatro fatores. O primeiro, é que já havia uma expectativa de uma redução de área na ordem de 2,5%. O segundo está relacionado às condições climáticas altamente desfavoráveis ao desenvolvimento da planta durante mais de uma ano", explicou o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

Além disso, há outros dois fatores ainda relacionados ao clima, segundo o diretor da entidade. "Nós tivemos três geadas consecutivas em julho, no início do mês, no meio e no final, com mais de 800 mil hectares afetados [50% no estado de São Paulo", complementou Rodrigues.

"A última variável é esse clima seco e essa quantidade de focos de incêndio que estão acontecendo em áreas de cana", disse o diretor. Nas últimas semanas, diversas unidades produtoras têm registrado incêndios com impactos nas lavouras, apesar dos esforços de controle e prevenção das empresas.

Apesar do cenário complicado no campo, os preços têm sido positivos aos produtores nesta safra. "Com a oferta restrita, o preço foi lá em cima, tirando o estímulo do consumidor, principalmente, no uso do etanol hidratado", destacou Rodrigues.

Dados quinzenais

Na 2ª quinzena de agosto, a quantidade de cana-de-açúcar processada pelas unidades do Centro-Sul alcançou 43,13 milhões de t, segundo a Unica em relatório quinzenal, com alta 2,08% sobre o valor apurado na mesma quinzena da safra 2020/2021, ainda com reflexos das geadas sobre as lavouras.

No período, 46,43% da cana-de-açúcar foi destinada à produção de açúcar, ante 46,73% no mesmo período de 2020. A produção do adoçante avançou teve alta de 0,69% na última quinzena e atingiu 2,95 milhões de t fabricadas, ante 2,93 milhões de t verificadas em igual período do ano anterior.

O volume fabricado de etanol alcançou 2,23 bilhões de litros na segunda quinzena de agosto, com destaque ao anidro com 941 milhões de litros, ante 661 milhões de litros fabricados no mesmo período de 2020.

No acumulado da safra 2021/22, até 1º de setembro, a produção de açúcar no Centro-Sul está em 24,28 milhões de t, sobre 25,99 milhões de t no mesmo período da temporada 2020/2021. O etanol totaliza 18,65 bilhões de litros, sendo 7,15 bilhões de litros de etanol anidro e 11,49 bilhões de litros de etanol hidratado.

Do total, 1,29 bilhão de litros do biocombustível foram produzidos a partir do milho.

A Unica acredita que a moagem das usinas na safra atual deve terminar em meados de outubro, mais cedo do que em outros anos. Porém, unidades produtoras da região Norte e Nordeste já começaram os trabalhos na nova temporada, dando algum fôlego na oferta brasileira.

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário