HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Embrapa: pesquisa indica que consórcio com o milho é alternativa viável e eficiente para aprimorar logística de plantio na cultura da cana-de-açúcar

Publicado em 19/10/2021 15:52 e atualizado em 20/10/2021 09:06 644 exibições
João de Deus dos Santos Junior - Pesquisador da Embrapa Cerrados
Resultados mostram que técnica pode ser implantada para melhorar desempenho em usinas flex ou ser opção para confinamentos

Podcast

Entrevista com João de Deus dos Santos Junior - Pesquisador da Embrapa Cerrados sobre o Consórcio da Cana-de-Açúcar e Milho

Pesquisa da Embrapa aponta que o consórcio com o milho garante resultados mais rápidos e rentáveis ao setor produtivo da cana-de-açúcar (agricultores e usineiros) no Cerrado. A tecnologia permite antecipar o plantio da cultura da cana-de-açúcar para o início do período chuvoso, o que amplia a janela de plantio e “desafoga” a implantação do canavial que é mais concentrada no mês de março.

 A cana consorciada, considerada como cana de ano, apresenta rendimentos compatíveis com a cana de ano e meio. Trata-se de uma visão inovadora em relação ao sistema de plantio de cana-de-açúcar utilizado no Brasil, que alia ainda sustentabilidade à produção, por proteger o solo da erosão e intensificar o uso conjunto da terra.

“Quando consorciada com milho no início do período chuvoso, a cana-de-açúcar apresenta excelente brotação, porém, paralisa o crescimento devido à competição por luz. Somente retoma o perfilhamento após a colheita do milho no fim do período chuvoso. Assim, a cultura é plantada de forma antecipada, mas fica em modo de espera até o fim do período chuvoso, quando o milho é colhido. Trata-se de uma visão inovadora em relação ao sistema de plantio de cana-de-açúcar utilizado no Brasil”, explica o pesquisador da Embrapa Cerrados (DF) João de Deus, líder do projeto Consórcio cana-de-açúcar e milho para intensificação sustentável da produção de açúcar e etanol no Cerrado (Canamilho).

A tecnologia do consórcio é uma excelente opção para as usinas flex, nas quais o milho é utilizado para a produção de etanol. Mas de acordo com o pesquisador, o consórcio também é bem alinhado para produtores que precisam da silagem do milho para abastecer confinamentos.

Por:
Aleksander Horta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário