Boi Gordo: em SP frigoríficos abriram as compras ofertando R$ 118,00/@

Publicado em 21/05/2014 17:00 625 exibições

Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria

 

Mercado pressionado. 

A disponibilidade de boiadas terminadas melhorou com a entrada do frio. As pastagens estão perdendo capacidade de suporte e isso força o pecuarista e entregar os animais que estavam retidos no pasto. 

Ofertas de compra em valores menores estão mais frequentes. Em São Paulo existem frigoríficos que abriram as compras de hoje ofertando R$118,00/@, à vista, embora sem relatos de negócios neste patamar. 

As escalas de abate atendem uma semana, em média. Existem programações mais longas no estado, de até sete dias. 

A pressão de baixa ocorre em todo país e as compras abaixo da referência têm acontecido. 

O Triângulo Mineiro é a praça onde os preços mais caíram em maio. A queda acumulada é de 3,5%, e isso puxa as cotações de São Paulo, já que os compradores paulistas também atuam em Minas Gerais.

No Rio Grande do Sul, em Pelotas, o cenário é o inverso de quase todo o país. As pastagens de inverno dão condições para que o pecuarista mantenha os animais e negocie valores maiores. A arroba subiu 2,3% em maio.

As vendas de carne não estão compatíveis com a oferta e, com isso, o preço do boi casado caiu. A peça está sendo negociada por R$7,40/kg.

Clique aqui e confira as cotações do boi

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário