Demanda ruim dita rumo do mercado do boi, por Scot Consultoria

Publicado em 15/01/2020 17:01
417 exibições

Felippe Reis

zootecnista

Scot Consultoria

Mercado pressionado

Em São Paulo, mesmo com indústrias com escalas curtas, de dois a três dias, as ofertas de compra têm sido abaixo da referência de mercado.

A demanda fraca (típica desta época do ano) e os estoques relativamenteabastecidos permitem que os frigoríficos trabalhem com programações reduzidas.

Esse cenário tem sido observado na maioria das regiões pecuárias, principalmente no Centro-Oeste.

Viés de baixa ganha força em Mato Grosso do Sul

No estado, a cotação caiu nas três regiões pecuárias.

Em Três Lagoas-MS, por exemplo, o boi gordo está em R$176,50/@, à vista, livre de Funrural, queda de 1,1% em relação ao fechamento de ontem (14/1) e queda de 4,6% frente ao início do mês. O preço bruto está em R$179,00/@ e descontando o Senar, R$178,50/@.

Maranhão

No Oeste do Maranhão, apesar da demanda amena, a oferta de boiadas não está grande, o que resultou em alta de preços. O boi gordo está cotado em R$177,00/@ bruto,R$176,50/@ descontando o Senar e R$174,50/@, à vista, livre de Funrural, alta de 1,2% na comparação feita dia a dia.
 

Fonte: Scot Consultoria

0 comentário