Coronavírus mantém mercado do boi com baixa movimentação, por Scot Consultoria

Publicado em 16/03/2020 19:02 330 exibições

Felippe Reis

zootecnista

Scot Consultoria

Indústrias fora das compras

Seguindo o movimento iniciado na última sexta-feira, boa parte dos frigoríficos ficaram fora das compras na manhã de hoje (16/3).A estratégia tem sido adotada em função dos impactos do surto de coronavírus, ainda em avaliação.

Em São Paulo, as escalas de abate atendem, em média, cinco dias. Apesar das programações não estarem longas, o lento escoamento mantém o mercado com os preços andando de lado.

Testes de preços

Com a maioria das empresas fora das compras, os compradores que estavam ativos aproveitaram para testar o mercado, ofertando preçosmenores pela arroba do boi gordo, frente ao fechamento da última semana.

Oferta restrita x coronavírus

Mesmo com a turbulência do mercado, provocada pela pandemia do coronavírus, em algumas regiões a oferta de boiadas restrita mantém o mercado com os preços firmes.

Em Paragominas-PA, por exemplo, a arroba está cotada em R$190,50, à vista, bruto, R$190,00, à vista, com o desconto do Senar e em R$187,50, à vista, livre de impostos (Senar + Funrural).

Alta de 0,3% na comparação dia a dia, ou R$0,50/@ a mais. Apesar da valorização modesta, o movimento evidencia a baixa disponibilidade de animais terminados na região.

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário