Maior oferta de bovinos estabiliza o mercado, por Scot Consultoria

Publicado em 23/09/2020 17:02 294 exibições

Rodrigo Queiroz

Scot Consultoria

São Paulo


Com maior volume de boiadas confinadas sendo ofertadas, as indústrias aproveitaram o momento para compor as escalas de abate sem excessos. Apesar do maior volume de bovinos negociados, as escalas estão ajustadas.

Nas praças paulistas, o boi gordo está cotado, à vista, em R$250,00/@ preço bruto, R$249,50/@, sem o Senar, e em R$246,50/@, descontado o Senar e Funrural. Negócios acima desses números foram registrados, mas para atender o mercado externo.

Bahia

Nas duas praças monitoradas pela Scot Consultoria as indústrias foram às compras, pressionando positivamente as cotações.

Tanto no Oeste quanto no Sul baiano a arroba do boi gordo subiu R$2,00, uma variação positiva de 0,8% na comparação diária. Na região oeste a cotação está em R$255,00/@, à prazo e livre de impostos e à vista está em R$253,00/@, nas mesmas condições.

No Sul baiano o boi gordo está cotado em R$258,00/@ à prazo, livre de impostos e R$256,00 à vista, também nas mesmas condições.

Alta nos preços do farelo de soja e caroço de algodão

Os preços do caroço de algodão subiram em setembro em função da boa demanda e das altas de preços do farelo de soja, que é o balizador no mercado de alimentos concentrados proteicos.

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário