Boi Gordo, por Scot Consultoria: Poucos negócios entre as indústrias frigoríficas

Publicado em 05/10/2020 16:57 393 exibições

Rodrigo Queiroz

Scot Consultoria

São Paulo

Poucos negócios entre as indústrias frigoríficas e os pecuaristas resume esta segunda-feira. Apesar dacalmaria, a vaca e a novilha para abate começaram a semana com preços maiores, aumento de R$1,00/@ e R$2,00/@, respectivamente, ante a última sexta-feira (2/10) e, estão cotadas em R$244,00/@ no caso da vaca e R$252,00/@ para a novilha, preços brutos e a prazo.

O boi comum estácotado em R$256,00/@, preço bruto e à vista, R$255,50/@,descontado Senar, e R$252,00/@ descontados Funrural e Senar. Estabilidade em relação àúltima sexta-feira.

Para exportação as ofertas de compra estão em R$260,00/@. Porém com negócios neste preço também para boiadas destinadas ao mercado interno.

Sul de Goiás

Com dificuldade para compor as escalas de abate, as indústrias frigoríficas goianas iniciaram a semana ofertando mais. A variação foi de 0,8%, ou R$2,00/@ de boi gordo, na comparação feita dia a dia.A cotação é de R$243,00/@, bruta e à vista.
 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário