Pressão de baixa no mercado do boi gordo continua

Publicado em 31/03/2011 17:06 1032 exibições

Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria


A pressão de baixa no mercado do boi gordo continua.

Em São Paulo a referência se mantém em R$102,00/@, à vista, livre de funrural, mas existem diversas ofertas a R$100,00/@, nas mesmas condições, porém, nesse preço o mercado praticamente trava.

A queda de preços é causada pelo mercado lento de carne bovina, já que a oferta de animais terminados continua curta, o que impede que os frigoríficos consigam negociar volumes expressivos de boiadas nos valores inferiores.

No Mato Grosso do Sul, o panorama é o mesmo. Existem compradores forçando até R$96,00/@, à vista, livre de imposto, ao mesmo tempo em que ocorrem negócios por R$98,00/@, nas mesma condições.

O mercado está especulado.

Quedas reais de preços ocorreram em Rondônia, Norte do Mato Grosso e Norte do Tocantins. A ligeira melhora nas programações de abate das indústrias, levou à redução nos preços.

No mercado atacadista de carne bovina, de onde vem a pressão baixista para o mercado do boi gordo, houve queda de preços para o traseiro avulso e ponta de agulha (consumo) de boi capão, sem contar o atacado sem osso, que vem se desvalorizando semana a semana.

Clique aqui e confira as cotações do boi.

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 
Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário