Mercado do boi gordo segue em ritmo lento, com oferta não abundante e pressão de baixa sobre os preços

Publicado em 20/06/2011 17:07 937 exibições

Gustavo Adolpho Maranhão Aguiar
zootecnista
Scot Consultoria

Ritmo lento no mercado do boi gordo, reflexo da oferta não abundante e da pressão de baixa sobre os preços.

A semana teve início com muitos frigoríficos fora das compras, esperando para se posicionarem no mercado.

As escalas médias em São Paulo atendem entre três e quatro dias. Fica a expectativa de como as indústrias irão se programar em relação aos dias de abate diante do feriado desta semana.

A referência na praça paulista é de R$96,00/@, a prazo, livre de imposto. Houve recuo também em outros estados, como Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Goiás.

O principal fator que vem influenciando o mercado é o preço da carne, que registrou novo recuo no atacado com osso.

Com isso, o boi casado de animais castrados está cotado em R$5,74/kg, 9,6% menos que no início do ano.

A oferta curta deverá ser o fator capaz de restringir maiores quedas e equilibrar o mercado.

Clique aqui e confira as cotações do boi.

Fonte:
Scot Consultoria

0 comentário