Publicidade

Café: Novo ministro afirma que o café será tratado com prioridade em sua gestão

Publicado em 28/03/2013 18:40 e atualizado em 29/03/2013 11:23 1101 exibições
O mercado de café apresentou-se pouco ativo, aguardando o resultado da reunião, hoje, do CMN – Conselho Monetário Nacional. Nesta reunião estão sendo analisadas duas propostas, as quais o Conselho Nacional do Café (CNC) conta com a aprovação: a elevação do preço mínimo do arábica para R$ 340,00, que permitirá a implementação de instrumentos de mercado como o programa de opções e o Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro), e a prorrogação dos vencimentos de estocagem, contratados junto a todas as fontes de crédito, por 12 meses, com carência de três meses para o início do pagamento.

No mercado físico brasileiro os compradores se mostraram mais interessados em fechar negócios, mas muitos produtores retiraram seus lotes de venda, aguardando o resultado da reunião do CMN e os possíveis desdobramentos da mesma, a partir da próxima semana.

O novo ministro de Agricultura, Antônio Andrade, afirmou esta semana que o café será tratado como prioridade em sua gestão. Andrade afirmou ainda ter conhecimento do documento conjunto de cooperativas e sindicatos que reivindicam uma série de medidas para a recuperação da renda e a sustentação de preços pagos ao produtor.

Os operadores no mercado internacional de café não se mostraram preocupados com as afirmações do novo ministro da agricultura e com a reunião do CMN hoje e seus possíveis desdobramentos em defesa do cafeicultor brasileiro. Ontem os contratos de café com vencimento em maio próximo na ICE Futures US, a bolsa de Nova Iorque, fecharam com 100 pontos de baixa e hoje com apenas 55 pontos de alta.

O Conselho Nacional do Café realizará reunião ordinária na sexta-feira da próxima semana, dia 5 de abril.

Até o dia 27, os embarques de março estavam em 1.621.991 sacas de café arábica e 14.418 sacas de café conillon, somando 1.636.409 sacas de café verde, mais 105.347 sacas de café solúvel, contra 1.488.750 sacas no mesmo dia de fevereiro. Até o dia 27, os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em março totalizavam 2.205.175 sacas, contra 2.004.026 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 22, sexta-feira, até o fechamento de hoje, quinta-feira, dia 28, subiu nos contratos para entrega em maio próximo, 185 pontos ou US$ 2,45 (R$ 4,94) por saca. Em reais por saca, as cotações para entrega em maio próximo na ICE fecharam no dia 22 a R$ 360,63/saca e hoje, dia 28 a R$ 366,11/saca. Hoje, quinta-feira, nos contratos para entrega em maio, a bolsa de Nova Iorque fechou com alta de 55 pontos. No mercado calmo de hoje, são as seguintes cotações por saca, para os cafés verdes, do tipo 6 para melhor, safra 2012/2013, condição porta de armazém:

R$310/320,00 - CEREJA DESCASCADO – (CD), BEM PREPARADO.
R$310/320,00 - FINOS A EXTRAFINOS – MOGIANA E MINAS.
R$300/310,00 - BOA QUALIDADE – DUROS, BEM PREPARADOS.
R$290/300,00 - DUROS COM XÍCARAS MAIS FRACAS.
R$280/290,00 - RIADOS.
R$270/280,00 - RIO.
R$260/270,00 - P.BATIDA P/O CONSUMO INT.: DURA.
R$250/260,00 - P.BATIDA P/O CONSUMO INT.: RIADAS.

DÓLAR COMERCIAL DE SEXTA-FEIRA: R$ 2,0180 PARA COMPRA.
Fonte:
Escritório Carvalhaes

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário