Café: Cotações do arábica em NY trabalharam em baixa na semana com chuvas e fortalecimento do dólar

Publicado em 12/12/2014 17:46 e atualizado em 15/12/2014 15:07 223 exibições

O fortalecimento do dólar frente ao real e chuvas em maiores volumes sobre os cafezais do sudeste brasileiro fizeram com que as cotações do café em Nova Iorque trabalhassem em baixa esta semana. A forte e rápida queda do petróleo limitou essas baixas. 

O barril do petróleo já acumula queda de 40% desde junho e deve estimular o crescimento da economia global, com mais força nos Estados Unidos e nos países emergentes importadores de petróleo. A queda do preço dos combustíveis leva a um maior poder de compra nos EUA, maior importador de café do mundo, influindo positivamente no mercado de consumo. Um estudo do Instituto Internacional de Finanças, formado pelos maiores bancos do mundo, concluiu que a queda dos preços do petróleo pode elevar o PIB mundial em meio por cento nos próximos dois anos, alem de reduzir a inflação global em mais de um e meio por cento (fonte Agência Estado). 

O mercado físico brasileiro continuou calmo e difícil. Os negócios se resumem a vendas de última hora por produtores que ainda querem fazer caixa em 2014. Aparentemente a maioria dos cafeicultores já encerrou as vendas do ano. Voltam suas atenções para as chuvas da primavera e para os tratos culturais em seus cafezais, aguardando o desenvolvimento dos frutos para a nova safra 2015. 

O CECAFÉ – Conselho dos Exportadores de Café do Brasil, informou que no último mês de novembro foram embarcadas 3.015.194 sacas de 60 kg de café, aproximadamente 12% (316.135 sacas) a mais que no mesmo mês de 2013 e 10% (326.934 sacas) a menos que no último mês de outubro. Foram 2.374.701 sacas de café arábica e 446.264 sacas de café conillon, totalizando 2.820.965 sacas de café verde, que somadas a 192.854 sacas de solúvel e 1.375 sacas de torrado, totalizaram 3.015.194 sacas de café embarcadas.

Até o dia 11, os embarques de dezembro estavam em 681.529 sacas de café arábica, mais 96.641 sacas de café conillon somando 778.170 sacas de café verde, mais 43.832 sacas de café solúvel, totalizando 822.002 sacas embarcadas, contra 838.191 sacas no mesmo dia de novembro. Até o dia 11 os pedidos de emissão de certificados de origem para embarque em dezembro totalizavam 1.302.484 sacas, contra 1.358.671 sacas no mesmo dia do mês anterior.

A bolsa de Nova Iorque – ICE, do fechamento do dia 5, sexta-feira, até o fechamento de hoje, sexta-feira, dia 12, caiu nos contratos para entrega em março próximo, 610 pontos ou US$ 8,07 (R$ 21,46) por saca. Em reais, as cotações para entrega em março próximo na ICE fecharam no dia 5 a R$ 618,46 por saca e sexta-feira, dia 12, a R$ 612,01 por saca. Hoje nos contratos para entrega em março a bolsa de Nova Iorque fechou com baixa de 240 pontos.

Fonte:
Escritório Carvalhaes

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário