Feijão: Mercado do feijão preto atinge seu máximo e bate nos R$ 195 em SP

Publicado em 04/04/2014 16:00 e atualizado em 04/04/2014 16:42 1767 exibições

Feijão Carioca: O começo do mês vai passando e registrando um baixo volume de vendas no varejo que não correspondeu à perspectiva geral. Quase todos os empacotadores registram um volume pequeno em relação ao histórico do mês de abril. Desta forma o grande volume de produto que estava estocado desde janeiro não escoa e vira um enorme problema, pois com a cor inferior, somente a presença da CONAB pode reduzir um pouco o volume disponível. Ontem o produto nota 7/7,5 podia ser encontrado por R$ 75/90 apresentando uma baixa em relação ao início da semana. Seja no RS, PR, SC e MG a alta oferta poderá causar novas quedas nos preços nos próximos dias. O feijão nota 8 pode ser negociado ontem por R$ 115/125, apenas o nota 9 segue com a indicação de R$ 145/150 com raríssimas ofertas em GO. Na bolsinha houve entrada de cerca de 11.000 sacos com sobras de 10.000 as 07h30min. As referências foram para o nota 9 R$ 165,00, nota 8,5 R$ 140,00, nota 8 R$ 130,00 e nota 7 R$ 105,00. 

Feijão Preto: O mercado de feijão preto dá indícios de ter alcançado o seu máximo para o período. Como a venda está abaixo do normal, alguns empacotadores já cedem na negociação do preço do fardo. Seja no Rio Grande do Sul ou Rio de Janeiro a indicação é de baixa no preço do fardo de R$ 110/120 por fardo, já surgem ofertas ao redor de R$ 90. Isso rapidamente refletirá no mercado de sacaria. As cotações de R$ 180 FOB Paraná podem não se sustentar. O feijão preto na capital paulista foi vendido por R$ 195.

Confira mais informações sobre o mercado no site da Correpar

Tags:
Fonte:
Correpar

0 comentário