Feijão: Risco de roubos de cargas aumenta e contratação de vigilância deverá ser a solução

Publicado em 27/07/2016 18:00
308 exibições
Os produtores de Minas e de Goiás vão ficando mais confiantes à medida que os compradores vão aparecendo e pagando ao redor de R$ 380,00/420,00 por saca, dependendo da localização, da peneira e da cultivar colhida.

No Mato Grosso, onde durante o mês de agosto se espera um volume maior de colheita, os preços ontem ficaram entre R$ 380,00/390,00.

Sem dúvida, todos estão colhendo e vendendo imediatamente, não correndo riscos desnecessários nestes níveis de preços.

Um dos riscos tem sido assalto à mão armada dentro das fazendas em Minas Gerais, para roubar cargas de Feijão. Aparentemente, a contratação de vigilância particular será a solução.

Em São Paulo, na região do Brás, houve oferta de 6.000 sacas, não restando sobras às 7h30. Os preços praticados foram: R$ 455,00 para o nota 9,5/9, R$ 445,00 para o nota 8,5 e R$ 430,00 para o nota 7.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE
Tags:
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário