Feijão: Substituição do consumo por outras cultivares não tira a pressão de alta dos preços do carioca

Publicado em 03/08/2016 17:55
215 exibições
Com a oferta concentrada no noroeste de Minas Gerais, aqueles produtores têm tido a paciência necessária para aguardar o momento certo para puxar as cotações.

Ontem à noitinha, diversos produtores confirmaram negócios entre R$ 400,00/420,00. Como a colheita vai acontecendo de forma escalonada, os compradores não têm alternativas.

A substituição do consumo de feijão-carioca por outras cultivares como feijão-preto, feijão-rajado e feijão-caupi continua acontecendo, porém não é suficiente para retirar totalmente a pressão sobre os preços.

Em São Paulo, na região do Brás, houve oferta de 19.000 sacas e sobravam 15.000 às 7h30. Os preços praticados foram: R$ 420,00 para o nota 9/9,5 e R$ 400,00 para o nota 8.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE
Tags:
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário