Feijão: As referências para feijões com algum defeito em MG e em GO ficaram entre R$ 380,00/400,00

Publicado em 08/08/2016 17:57
346 exibições
Sobre a safra na Bahia, NUNCA ela poderia chegar a ter 3 milhões de sacas.

Afirmar que haveria uma safra enorme fazia parte de uma estratégia para empurrar os preços para baixo. Porém, é verdade que, o que quer que pudesse dar, está definitivamente perdida.

Há "terroristas" no mercado de feijão e estão tentando trazer uma baixa forte nos preços. Sabe-se que este movimento é bancado por especuladores.

São eles que precisam que o mercado de feijão-carioca oscile fortemente e caia de preço agora para comprarem e aí passarem a afirmar que algo inesperado mudou as expectativas. Afirmam que os produtores são um bando de trouxas manipuláveis.

Em Minas e em Goiás, os produtores estão mobilizados para tentar segurar.

A queda de preços favorecerá os especuladores, que vão tentar comprar o máximo possível, e não o consumidor ou mesmo o empacotador.

Veja que, para o empacotador, oscilações são péssimas também. A grande maioria deles não trabalha para ganhar especulando e, sim, mantendo as suas marcas nas prateleiras.

Durante a última sexta-feira, o volume de negócios foi baixo.

Em Minas Gerais e em Goiás, as referências para feijões com algum defeito ficaram entre R$ 380,00/400,00.

Em São Paulo, na região do Brás, houve oferta de 30.000 sacas e sobravam 21.000 às 7h30. Os preços praticados foram: R$ 400,00 para o nota 9/9,5, R$ 390,00 para o nota 8,5 e R$ 380,00 para o nota 8.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE
Tags:
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário