Feijão: Setembro deve continuar sem grandes pressões sobre os preços

Publicado em 14/09/2016 17:57
304 exibições

Sem novidades ontem. O ritmo continuou o mesmo nas lavouras.

Pequenos volumes foram negociados com vários produtores.

As referências foram as mesmas, entre R$ 330,00/360,00, em Goiás, dependendo do prazo e do tipo.

Já em Minas, as referências ficaram entre R$ 340,00/360,00.

No Mato Grosso, os relatos são discrepantes. Assim como há relatos de compradores e produtores com negócios por R$ 320,00/330,00, houve relatos confirmados por R$ 350,00.

Há uma corrente de opiniões respeitáveis de que o mês de setembro poderá ser a continuidade destes primeiros dias sem grandes pressões sobre os preços.

Os produtores têm aproveitado e vendido. Sempre que há demanda, evitam forçar demais.

Em São Paulo, na região do Brás, houve oferta de 18.000 sacas e sobravam 12.000 às 7h30. Os preços praticados foram: R$ 380,00 para o nota 9,5/9, R$ 370,00 para o nota 8,5 e R$ 360,00 para o nota 8.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE

Tags:
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário